Kotscho: governo Temer sai de férias e Planalto vira Casa de Noca

"Com o presidente Michel Temer trabalhando a meia bomba para cuidar de problemas de saúde, 13 ministros já deixaram seus postos em Brasília nas mãos de interinos e foram curtir a vida, que ninguém é de ferro. Além deles, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, pediu uma licença de oito dias para cuidar de 'assuntos particulares'", observa o jornalista, trazendo a expressão que significa "uma casa em que todos mandam, não tem dono, nem governança"

"Com o presidente Michel Temer trabalhando a meia bomba para cuidar de problemas de saúde, 13 ministros já deixaram seus postos em Brasília nas mãos de interinos e foram curtir a vida, que ninguém é de ferro. Além deles, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, pediu uma licença de oito dias para cuidar de 'assuntos particulares'", observa o jornalista, trazendo a expressão que significa "uma casa em que todos mandam, não tem dono, nem governança"
"Com o presidente Michel Temer trabalhando a meia bomba para cuidar de problemas de saúde, 13 ministros já deixaram seus postos em Brasília nas mãos de interinos e foram curtir a vida, que ninguém é de ferro. Além deles, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, pediu uma licença de oito dias para cuidar de 'assuntos particulares'", observa o jornalista, trazendo a expressão que significa "uma casa em que todos mandam, não tem dono, nem governança" (Foto: Gisele Federicce)

247 - Em seu post desta sexta-feira 5, o jornalista Ricardo Kotscho observa que, além dos ministros que já pediram demissão, outros estão saindo de férias e ninguém percebeu nada.

Com isso, o Palácio do Planalto vira a "Casa de Noca", como ele diz, uma antiga expressão popular que significa "uma casa em que todos mandam, não tem dono, nem governança. É uma casa bagunçada".

"Com o presidente Michel Temer trabalhando a meia bomba para cuidar de problemas de saúde, 13 ministros já deixaram seus postos em Brasília nas mãos de interinos e foram curtir a vida, que ninguém é de ferro. Além deles, o ministro do Meio Ambiente, Sarney Filho, pediu uma licença de oito dias para cuidar de 'assuntos particulares'", lembra Kotscho.

Leia a íntegra no Balaio do Kotscho.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247