Kotscho: 'Será possível encontro de Lula com FHC?'

Jornalista defende um encontro entre os ex-presidentes; "Alguma coisa precisa ser feita com urgência pelas principais lideranças políticas do país na busca de caminhos comuns capazes de contribuir para o enfrentamento desta guerra sem fim que já ninguém aguenta mais", afirma; segundo Kotscho, enquanto não houver entendimento entre governo e oposição, "a reforma política continuará nas mãos dos Eduardo Cunha da vida e sua tropa de choque do baixo clero, enquanto os juros e a inflação disparam, e o PIB e o emprego despencam"

www.brasil247.com - Jornalista defende um encontro entre os ex-presidentes; "Alguma coisa precisa ser feita com urgência pelas principais lideranças políticas do país na busca de caminhos comuns capazes de contribuir para o enfrentamento desta guerra sem fim que já ninguém aguenta mais", afirma; segundo Kotscho, enquanto não houver entendimento entre governo e oposição, "a reforma política continuará nas mãos dos Eduardo Cunha da vida e sua tropa de choque do baixo clero, enquanto os juros e a inflação disparam, e o PIB e o emprego despencam"
Jornalista defende um encontro entre os ex-presidentes; "Alguma coisa precisa ser feita com urgência pelas principais lideranças políticas do país na busca de caminhos comuns capazes de contribuir para o enfrentamento desta guerra sem fim que já ninguém aguenta mais", afirma; segundo Kotscho, enquanto não houver entendimento entre governo e oposição, "a reforma política continuará nas mãos dos Eduardo Cunha da vida e sua tropa de choque do baixo clero, enquanto os juros e a inflação disparam, e o PIB e o emprego despencam" (Foto: Aquiles Lins)


247 - O jornalista Ricardo Kotscho comentou nesta quinta-feira, 23, a possibilidade de um encontro entre os ex-presidentes Lula e Fernando Henrique Cardoso para discutirem uma saída para a crise política protagonizada por PT e PSDB. 

"Alguma coisa precisa ser feita com urgência pelas principais lideranças políticas do país na busca de caminhos comuns capazes de contribuir para o enfrentamento desta guerra sem fim que já ninguém aguenta mais", afirma Kotscho. 

Segundo o jornalista, um encontro entre os dois líderes seria "o primeiro sinal de civilidade e de esperança que encontro nos últimos meses nesta insana luta entre petistas e tucanos que se arrasta e acirra desde a última campanha eleitoral".

"Se não houver um mínimo entendimento entre governo e oposição, afinal, a reforma política continuará nas mãos dos Eduardo Cunha da vida e sua tropa de choque do baixo clero, enquanto os juros e a inflação disparam, e o PIB e o emprego despencam", afirma. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Leia na íntegra o post de Ricardo Kotscho. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email