Kotscho: voto contra é que vai decidir eleição americana

jornalista Ricardo Kotscho afirma neste domingo, 16, que nas eleições americanas, que acontecem no dia 8 de novembro, a candidata do partido democrata, Hillary Clinton, vem crescendo nas pesquisas de intenção de voto menos por seus méritos e propostas, e mais pelo comportamento desvairado de seu adversário republicano, Donald Trump; republicano terá manifestação de apoio nesta tarde, na avenida Paulista; "Tenho a ligeira impressão de que o nosso mundo está ficando dodói", diz Kotscho

Hillary Clinton speaks. REUTERS/Rick Wilking
Hillary Clinton speaks. REUTERS/Rick Wilking (Foto: Aquiles Lins)

247 - O jornalista Ricardo Kotscho afirma neste domingo, 16, que nas eleições americanas, que acontecem no dia 8 de novembro, a candidata do partido democrata, Hillary Clinton, vem crescendo nas pesquisas de intenção de voto menos por seus méritos e propostas, e mais pelo comportamento desvairado de seu adversário republicano, Donald Trump.

"Como acontece agora com Hillary Clinton, também não encontrei gente entusiasmada para votar em Dilma, defendendo as qualidades da presidente candidata à reeleição, mas pessoas dispostas a derrotar Aécio, por não confiarem nele e para evitar a volta do projeto político que representava", compara Kotscho.

Segundo ele, outro sintoma da crise de lideranças políticas e representatividade dos partidos que vivemos hoje em todo o mundo é o aumento, a cada eleição, do contingente de eleitores que não votam em ninguém (brancos, nulos e abstenções).

"Eleito no primeiro turno em São Paulo, ganhando de lavada ao surfar na onda anti-PT, mesmo assim o candidato tucano João Doria teve menos votos do que a soma dos que votaram no famoso 'nenhum deles'", lembra.

Kostcho afirma que grupos da direita radical organizados em São Paulo convocaram pelas redes sociais para a tarde deste domingo uma manifestação na avenida Paulista em defesa de Donald Trump e contra Hillary Clinton. "Tenho a ligeira impressão de que o nosso mundo está ficando dodói".

Leia na íntegra o comentário de Ricardo Kotscho.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247