Leitor explica como a mídia semeou ódio e ajudou a matar Marisa Letícia

"Sou ingênuo e de boa fé. Me informo diariamente pela rede Goebbels. Ela diz que é neutra e imparcial e eu acredito. Não procuro outras fontes de informações. Afinal ela está presente na CBN nos táxis, na TV dos botequins e na minha casa no jornal e na TV. Ela critica muito os partidos de esquerda e não fala nada sobre os outros. Quer dizer dá notícias positivas sobre os outros. Como a revista Veja também faz isso, acho que deve ser verdade. Ultimamente essas mídias não têm me convocado para ir às ruas, então deve estar tudo bem e eu não tenho saído com a minha camisa da honestíssima CBF. Alguns me chamam de midiota, mas eu não entendo por que"; comentário do leitor do 247 Luis Paulo

Protesters, social movements and activists of the Workers Party, do protest against the impeachment of the President of Brazil Dilma Rousseff in the city center of São Paulo. April 17, 2016.
Protesters, social movements and activists of the Workers Party, do protest against the impeachment of the President of Brazil Dilma Rousseff in the city center of São Paulo. April 17, 2016. (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Do leitor Luis Paulo

Sou ingênuo e de boa fé. Me informo diariamente pela rede Goebbels. Ela diz que é neutra e imparcial e eu acredito. Não procuro outras fontes de informações. Afinal ela está presente na CBN nos táxis, na TV dos botequins e na minha casa no jornal e na TV.

Ela critica muito os partidos de esquerda e não fala nada sobre os outros. Quer dizer dá notícias positivas sobre os outros. Como a revista Veja também faz isso, acho que deve ser verdade. Ultimamente essas mídias não têm me convocado para ir às ruas, então deve estar tudo bem e eu não tenho saído com a minha camisa da honestíssima CBF.

Alguns me chamam de midiota, mas eu não entendo por que.

P.S. Assassinos!

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247