Liminar contra Lula caiu nas ruas da Bahia

O jornalista Fernando Brito, editor do Tijolaço, resumiu bem o episódio da proibição de Lula de receber um título de honoris causa na Bahia: "O doutor Reimão bem quis estragar a festa. Mas quando o povo quer, não tem jeito. A liminar que proibia Lula de ir à Universidade do Recôncavo Baiano caiu, antes dos tribunais, na rua"

O jornalista Fernando Brito, editor do Tijolaço, resumiu bem o episódio da proibição de Lula de receber um título de honoris causa na Bahia: "O doutor Reimão bem quis estragar a festa. Mas quando o povo quer, não tem jeito. A liminar que proibia Lula de ir à Universidade do Recôncavo Baiano caiu, antes dos tribunais, na rua"
O jornalista Fernando Brito, editor do Tijolaço, resumiu bem o episódio da proibição de Lula de receber um título de honoris causa na Bahia: "O doutor Reimão bem quis estragar a festa. Mas quando o povo quer, não tem jeito. A liminar que proibia Lula de ir à Universidade do Recôncavo Baiano caiu, antes dos tribunais, na rua" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

Por Fernando Brito, do Tijolaço

O doutor Reimão bem quis estragar a festa.

Mas quando o povo quer, não tem jeito.

A liminar que proibia Lula de ir à Universidade do Recôncavo Baiano caiu, antes dos tribunais, na rua.

Anulada pela multidão que foi ver Lula e dar a ele o que a elite brasileira, que tanto ganhou em seus governos, a gratidão pelo pouco que teve.

Pouco que é muito para quem de muito só teve mesmo desprezo dos ricos.

Veja.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247