Luis Felipe Miguel: Huck não tem nenhuma ideia

O cientista político Luis Felipe Miguel criticou o artigo de Luciano Huck e afirmou que se o apresentador global lhe parecesse "um pouquinho mais inteligente", ele diria que Huck está "zoando de todos nós" com essa onda de ser candidato a presidente; "É impossível discordar das ideias de Huck, porque não há nenhuma. Mas, ao não dizer nada, ele diz muito. Faz pensar que nossos problemas se limitam a uma série de desafios genéricos e, com isso, apaga os conflitos reais que estão em curso", disse Miguel em sua página no Facebook 

O cientista político Luis Felipe Miguel criticou o artigo de Luciano Huck e afirmou que se o apresentador global lhe parecesse "um pouquinho mais inteligente", ele diria que Huck está "zoando de todos nós" com essa onda de ser candidato a presidente; "É impossível discordar das ideias de Huck, porque não há nenhuma. Mas, ao não dizer nada, ele diz muito. Faz pensar que nossos problemas se limitam a uma série de desafios genéricos e, com isso, apaga os conflitos reais que estão em curso", disse Miguel em sua página no Facebook 
O cientista político Luis Felipe Miguel criticou o artigo de Luciano Huck e afirmou que se o apresentador global lhe parecesse "um pouquinho mais inteligente", ele diria que Huck está "zoando de todos nós" com essa onda de ser candidato a presidente; "É impossível discordar das ideias de Huck, porque não há nenhuma. Mas, ao não dizer nada, ele diz muito. Faz pensar que nossos problemas se limitam a uma série de desafios genéricos e, com isso, apaga os conflitos reais que estão em curso", disse Miguel em sua página no Facebook  (Foto: Aquiles Lins)

Por Luis Felipe Miguel, em seu Facebook - Se Luciano Huck me parecesse um pouquinho mais inteligente, eu diria que ele está zoando de todos nós com essa onda de ser candidato a presidente.

Ele publica um artigo hoje na Folha. O título - "Tá ligado?" - revela a intenção que ele, um quarentão a caminho dos cinquenta e que já nasceu mofado, tem de ser a voz dos jovens. Em seguida, um monte de lugares-comuns empilhados, sobre a necessidade de "enxergar o Brasil como gostaríamos que ele fosse", ter "um projeto de país, pensado, claro e inteligente", fomentar "a troca de ideias genuína". O marido de Angélica também repisa a ideia de que nossos "empecilhos" nos fazem estar "cheios de oportunidades" e apresenta uma lição moral: "um significado maior e mais verdadeiro é infinitamente mais importante do que o sucesso por si só". É impossível fazer uma paródia; em sua nulidade e convencionalismo gritantes, o texto já é a própria paródia.

Também é impossível discordar das ideias de Huck, porque não há nenhuma. Mas, ao não dizer nada, ele diz muito. Faz pensar que nossos problemas se limitam a uma série de desafios genéricos e, com isso, apaga os conflitos reais que estão em curso.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247