Lula a Glenn: "Fiquei orgulhoso ao ver você enfrentar aquela figura nojenta do jornalismo"

"Você presta um serviço extraordinário para a democracia brasileira, falando as verdades que a parte podre da imprensa não fala", afirmou o ex-presidente Lula em carta a Glenn Greenwald, em solidariedade contra a agressão que o editor do The Intercept sofreu de Augusto Nunes

Glenn Greenwald: não há como manter a condenação de Lula
Glenn Greenwald: não há como manter a condenação de Lula (Foto: Reprodução/Twitter)

247 - Em carta ao jornalista Glenn Greenwald, do site The Intercept, o ex-presidente Lula manifestou solidariedade e disse que ficou "orgulhoso de ver você enfrentar aquela figura nojenta do jornalismo podre brasileiro".

Lula se refere à agressão do jornalista Augusto Nunes durante o programa Pânico, da rádio Jovem Pan, que nesta quinta-feira (7) decidiu partir para a violência física contra Glenn depois de ser chamado de "covarde" por envolver os filhos do editor do The Intercept em seus comentários. Na ocasião, Nunes indagou: "Quem cuida das crianças que eles adotaram? Isso aí o juizado de menores deveria investigar".

Segundo a jornalista Mõnica Bergamo, da Folha, na carta, Lula diz ainda a Glenn: "Você presta um serviço extraordinário para a democracia brasileira, falando as verdades que a parte podre da imprensa não fala. Parabéns por você existir. Tenha a minha solidariedade".

Confira a íntegra da carta:

"Querido companheiro Glenn, fiquei orgulhoso ao ver você enfrentar aquela figura nojenta do jornalismo podre brasileiro.

Você presta um serviço extraordinário para a democracia brasileira, falando as verdades que a parte podre da imprensa não fala. 

Parabéns por você existir. Tenha minha solidariedade.

Abraços com admiração do amigo Lula. Sem medo de ser feliz."

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247