Lula à The Economist: Revista de exploradores

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva atacou a revista britânica "The Economist" que nesta semana publicou matéria apoiando a candidatura presidencial de Aécio Neves (PSDB), adversário da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff. "Se não me bastasse a imprensa brasileira, vem a The Economist nesta semana. É um nome chique, não? Essa revista é a mais importante do sistema financeiro internacional, dos bancos, dos achacadores que dizem que são de investidores, mas que são exploradores. Pois bem. Qual é a resposta que temos que dar? Que o Aécio é candidato dos banqueiros, ótimo. A Dilma é candidata do povo brasileiro", disparou 

O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva atacou a revista britânica "The Economist" que nesta semana publicou matéria apoiando a candidatura presidencial de Aécio Neves (PSDB), adversário da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff. "Se não me bastasse a imprensa brasileira, vem a The Economist nesta semana. É um nome chique, não? Essa revista é a mais importante do sistema financeiro internacional, dos bancos, dos achacadores que dizem que são de investidores, mas que são exploradores. Pois bem. Qual é a resposta que temos que dar? Que o Aécio é candidato dos banqueiros, ótimo. A Dilma é candidata do povo brasileiro", disparou 
O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva atacou a revista britânica "The Economist" que nesta semana publicou matéria apoiando a candidatura presidencial de Aécio Neves (PSDB), adversário da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff. "Se não me bastasse a imprensa brasileira, vem a The Economist nesta semana. É um nome chique, não? Essa revista é a mais importante do sistema financeiro internacional, dos bancos, dos achacadores que dizem que são de investidores, mas que são exploradores. Pois bem. Qual é a resposta que temos que dar? Que o Aécio é candidato dos banqueiros, ótimo. A Dilma é candidata do povo brasileiro", disparou  (Foto: Paulo Emílio)
Siga o Brasil 247 no Google News

247 - O ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva bateu firme na revista britânica "The Economist" por ter publicado, na edição desta semana, uma matéria apoiando a candidatura presidencial de Aécio Neves (PSDB), adversário da presidente e candidata à reeleição Dilma Rousseff. "Se não me bastasse a imprensa brasileira, vem a The Economist nesta semana. É um nome chique, não? Essa revista é a mais importante do sistema financeiro internacional, dos bancos, dos achacadores que dizem que são de investidores, mas que são exploradores. Pois bem. Qual é a resposta que temos que dar? Que o Aécio é candidato dos banqueiros, ótimo. A Dilma é candidata do povo brasileiro", disparou durante um ato de campanha em Belo Horizonte (MG), neste sábado (18).

Lula também afirmou que a conta da crise não "será jogada por Dilma no bolso do trabalhador" e que "não vai ter banqueiro brasileiro ou estrangeiro dizendo em quem a gente vai votar. "A Dilma não vai jogar essa crise no bolso do trabalhador. Se os banqueiros criaram a crise, eles que resolvam. Não vai ter banqueiro brasileiro ou estrangeiro dizendo em quem a gente vai votar. Brasileiro não é gado que anda perdido, nós pensamos e tomamos decisão. Porque tanto ódio da Dilma, do militante do PT?", questionou. Segundo ele, "tá cheio de gente com preconceito contra a Bolsa Família".

Lula relembrou as conquistas econômicas e sociais dos últimos anos e voltou a destacar o acesso da população mais pobre aos bens de consumo. "Pobre não quer mais churrasquinho de gato, quer filé. Tudo bem que precisa de mais vaca, mas boi, para a carne chegar ao brasileiro e ao exterior. A gente não quer mais pé de frango, queremos peito de frango, coxa de frango", assegurou.

 

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email