Lula é a voz nacional, fala pelo país e nos representa, afirma Paulo Moreira Leite

Poucos dias depois da entrevista exclusiva com o ex-presidente pela TV 247, o jornalista falou sobre a conversa durante o Encontro de Assinantes em Brasília. “Essa entrevista é um depoimento que representa um marco na vida do Lula, na vida política do Brasil e no momento em que estamos vivendo. Nós estávamos na hora certa, no lugar certo e com a pessoa certa”, disse. Assista

247 - O jornalista e colunista do Brasil 247 Paulo Moreira Leite contou, durante Encontro de Assinantes do 247 em Brasília, realizado no último sábado 25, sua percepção sobre a entrevista exclusiva com o ex-presidente Lula, ao lado dos jornalistas Mauro Lopes e Pepe Escobar. Para ele, a conversa representa um marco na vida do ex-presidente e do país.

Paulo Moreira Leite expressou um pouco da importância da entrevista para o cenário político brasileiro atual. “Essa entrevista é um depoimento que representa um marco na vida do Lula, na vida política do Brasil e no momento em que estamos vivendo. Nós estávamos na hora certa, no lugar certo, com a pessoa certa e, modestamente, com os jornalistas certos. O Lula estava disposto a falar e ele queria que alguém quisesse perguntar. A gente conseguiu perguntar”.

O jornalista também disse que Lula está recuperando sua voz e falando o que é essencial, por exemplo: Amazônia. “O que eu acho dessa entrevista? O Brasil está vivendo um momento de um governo que é uma pré-ditadura, é um regime híbrido, e a prisão do Lula ocupa um lugar central. O Lula está recuperando a voz e ele fala coisas essenciais. Quando ele fala da Amazônia, que hoje se tornou um ponto enorme, nacional e internacional, ele fala coisas essenciais, ele aponta a responsabilidade da base do Bolsonaro em estimular as queimadas e violência. Ele está lá, é o Lula falando, ou seja, tem uma voz, tem um contraponto da sociedade brasileira ali, na voz do seu maior líder”.

Ele ainda reforçou a representatividade de Lula e a identificação do ex-presidente com a população brasileira. “Eu acho que o Lula está preso há 500 dias e ele continua sendo o maior líder político brasileiro. Não há dúvidas, é a voz nacional, a que fala para o país inteiro, é aquele que tem a perspectiva, que fala pelo país e nos representa. Esse Bolsonaro, evidentemente, não nos representa, outros políticos muito competentes ou menos competentes também não nos representam, é o Lula”.

A entrevista coloca mais peso no Supremo Tribunal Federal para que julguem justamente a condenação do ex-presidente, na avaliação de PML.

“O primeiro impacto é que isso reforça a legitimidade do Lula, a importância dele, a responsabilidade que o Supremo Tribunal Federal tem de resolver uma injustiça que está machucando o país inteiro. Essa entrevista mostra isso, é um sujeito que está pensando o país, que tem propostas para o país, que todos sabem que foi condenado injustamente, sem prova alguma e que está aí. É comovente: ele se oferece para o país”, disse.

Inscreva-se na Tv 247 e assista à entrevista na íntegra:

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247