Marina sumiu, aponta editorial da Folha

"É cedo, claro, para prever o desenvolvimento da campanha presidencial. O lugar correspondente à 'terceira via' continua desocupado, e Marina Silva até aqui não se mostrou capaz de preenchê-lo", aponta editorial do jornal paulista

Brasília - Marina Silva, da REDE, faz avaliação do cenário político após aprovação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff na Câmara (Wilson Dias/Agência Brasil)
Brasília - Marina Silva, da REDE, faz avaliação do cenário político após aprovação do impeachment da presidenta Dilma Rousseff na Câmara (Wilson Dias/Agência Brasil) (Foto: Leonardo Attuch)

247 – Marina Silva sumiu, aponta a Folha de S. Paulo, em editorial publicado neste domingo. "Recorrente nos meios interessados no debate político, uma pergunta mais uma vez se coloca face à disputa presidencial de 2018: por onde anda Marina Silva (Rede)?", escreve o editorialista. "Muitos fatores, sem dúvida, explicam esse quadro inauspicioso. Sem ocupar nenhum cargo eletivo, Marina Silva perde uma tribuna para manifestar-se. Enfrentou, ademais, seguidas dificuldades para organizar um partido próprio. Sua aposta numa nova forma de arregimentação política —voltada, até mesmo na coleta de fundos, para o eleitor familiarizado com as redes sociais— tem conhecido resultados frustrantes", prossegue.

"É cedo, claro, para prever o desenvolvimento da campanha presidencial. O lugar correspondente à 'terceira via' continua desocupado, e Marina Silva até aqui não se mostrou capaz de preenchê-lo", aponta ainda o editorial do jornal paulista.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247