MBL perde engajamento no Facebook e tem 5º pior mês em interações quase dois anos

Segundo dados da plataforma de análise social Crowdtangle, os engajamentos com a página de Facebook do MBL em janeiro de 2018 caíram a menos da metade dos que haviam sido registrados em março de 2016, quando as marchas contra Dilma Rousseff mobilizavam o país; as 7 milhões de interações obtidas em janeiro deste ano representam uma diminuição de 30% em relação ao mesmo mês de 2017 e o quinto menor engajamento do grupo em quase dois anos

Kim Kataguiri, do MBL (Movimento Brasil Livre)
Kim Kataguiri, do MBL (Movimento Brasil Livre) (Foto: Charles Nisz)

247 - O Movimento Brasil Livre vem perdendo interações nas redes sociais. Segundo dados da plataforma de análise social Crowdtangle, os engajamentos com a página de Facebook do MBL em janeiro de 2018, mês da condenação de Lula no TRF-4, caíram a menos da metade dos que haviam sido registrados em março de 2016, quando as marchas contra Dilma Rousseff mobilizavam o país.

As 7 milhões de interações obtidas em janeiro deste ano representam uma diminuição de 30% em relação ao mesmo mês de 2017. Nos últimos trinta dias, em um período agitado na política nacional, o grupo registrou o quinto menor engajamento em quase dois anos.

Os dados mostram a dificuldade do movimento para manter a capacidade de mobilizar seguidores após o impeachment de Dilma Rousseff. A menor presença nas redes coincidiu com o baixo poder de mobilização do MBL nas ruas. No dia do julgamento do ex-presidente, o MBL atraiu poucas centenas em Porto Alegre e em São Paulo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247