Mello Franco aponta lorotas de Rocha Loures, homem da mala de Temer

O jornalista Bernardo Mello Franco dedicou sua coluna às mentiras contadas pelo ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, flagrado recebendo R$ 500 mil em propina da JBS direcionada a Michel Temer; "O ex-deputado disse não saber se Temer 'possui qualquer vinculação com o setor portuário', em especial com empresas que operam em Santos. A influência do presidente no porto é conhecida e noticiada há mais de duas décadas. No próximo depoimento, Loures podia contar aquela do papagaio", escreve

Mello Franco aponta lorotas de Rocha Loures, homem da mala de Temer
Mello Franco aponta lorotas de Rocha Loures, homem da mala de Temer

247 - Em sua coluna nesta quinta, Bernardo Mello Franco enumera as lorotas contadas pelo ex-deputado Rodrigo Rocha Loures, filmado enquanto recebia R$ 500 mil em propina da JBS direcionada a Michel Temer.

Confira abaixo trechos do texto:

"No início da semana, Loures reapareceu no noticiário. Ele foi ouvido no inquérito do decreto dos portos. A investigação apura se o homem da mala e seu ex-chefe, Michel Temer, receberam propina para favorecer a Rodrimar, que opera em Santos.

(...)

Quando o delegado perguntou por que o ministro dos Portos resolveu parabenizá-lo pelo decreto, Loures desconversou. No telefonema, o ministro festejou a edição do texto como "um golaço". Gol de quem?
Há mais trechos curiosos. O homem da mala disputou duas eleições para deputado, mas disse não lembrar o nome de seu tesoureiro de campanha. Questionado sobre um certo Edgar, que ele indicou para receber R$ 500 mil da JBS, ele respondeu que o intermediário não existe. "Foi uma pessoa inventada", alegou.

Em outra passagem, o ex-deputado disse não saber se Temer "possui qualquer vinculação com o setor portuário", em especial com empresas que operam em Santos. A influência do presidente no porto é conhecida e noticiada há mais de duas décadas.

No próximo depoimento, Loures podia contar aquela do papagaio."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247