Mello Franco: com STF calado, Gilmar continuará a atuar desimpedido

Jornalista Bernardo Mello Franco destaca que o ministro do STF "bateu um recorde pessoal" ao levar 24 horas para conceder dois habeas corpus ao mesmo réu; o colunista observa que a decisão a favor do empresário Jacob Barata Filho não foi "atípica", tratando-se de Gilmar Mendes, mas que a novidade está em sua relação com o investigado

Mello Franco
Mello Franco (Foto: Gisele Federicce)

247 - Em sua coluna na Folha, Bernardo Mello Franco destaca que o ministro do STF "bateu um recorde pessoal" ao levar 24 horas para conceder dois habeas corpus ao mesmo réu, o empresário Jaco Barata Filho, conhecido como "rei do ônibus" no Rio de Janeiro.

O jornalista observa que a decisão a favor do empresário não foi "atípica", tratando-se de Gilmar Mendes, "conhecido por abrir as portas da cadeia a personalidades envolvidos em grandes escândalos", mas que a novidade, neste caso, está em sua relação próxima com o investigado.

"Gilmar não se constrangeu. Enquanto seus colegas do Supremo se mantiverem em silêncio, ele continuará a atuar assim: desimpedido", ressalta Mello Franco.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247