Melo: “O governo Temer está aparelhando a EBC”

"Num país como o Brasil, onde existe uma mídia oligarca na produção e praticamente monopolizada na opinião, há uma necessidade de outras vias de informação", defende o presidente da EBC, lembrando que o percentual de profissionais concursados na empresa, por exemplo, é de 95%; "No momento em que é feita uma medida provisória dando poderes para o presidente de plantão fazer o que quiser da EBC, aí sim temos um risco real de aparelhamento da empresa pública", critica, em entrevista ao DCM

Brasília- DF 02-09-2016 Ricardo Melo presidente da EBC durante coletiva. Foto Lula Marques/Agência PT
Brasília- DF 02-09-2016 Ricardo Melo presidente da EBC durante coletiva. Foto Lula Marques/Agência PT (Foto: Gisele Federicce)

247 – O jornalista Ricardo Melo, presidente da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), acusa o governo de Michel Temer de aparelhar a empresa, no sentido contrário do que diz o discurso do novo governo, que alega querer desaparelhar a EBC. As declarações foram feitas em entrevista a Pedro Zambarda, do Diário do Centro do Mundo.

"O que está em jogo não é apenas o futuro da EBC, mas sim a comunicação pública no Brasil. O governo Michel Temer está aparelhando a EBC, que tem apenas oito anos de história. E isso é uma grande bobagem", afirma Melo.

"Um fato que demonstra bem o nosso trabalho. Em 2008, a EBC tinha 50% dos funcionários concursados ou ingressos da Radiobras. Hoje o percentual de profissionais vindos de concursos públicos saltou para 95%", destaca Melo. "No momento em que é feita uma medida provisória dando poderes para o presidente de plantão fazer o que quiser da EBC, aí sim temos um risco real de aparelhamento da empresa pública", completa.

Ele ressalta a importância da comunicação pública: "Num país como o Brasil, onde existe uma mídia oligarca na produção e praticamente monopolizada na opinião, há uma necessidade de outras vias de informação. A comunicação pública existe no mundo inteiro para dar voz a quem não tem voz mesmo dentro dos meios oficiais".

Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247