Merval: Dilma deve aproveitar derrota para reformar previdência

Para o colunista Merval Pereira, aprovação da emenda na MP 664 que flexibiliza o fator previdenciário traz uma oportunidade para a presidente Dilma Rousseff ‘sair mesmo das cordas’; “ela deveria basear seu veto numa proposta mais ampla, debatida com os sindicatos e demais organismos interessados na questão”

Para o colunista Merval Pereira, aprovação da emenda na MP 664 que flexibiliza o fator previdenciário traz uma oportunidade para a presidente Dilma Rousseff ‘sair mesmo das cordas’; “ela deveria basear seu veto numa proposta mais ampla, debatida com os sindicatos e demais organismos interessados na questão”
Para o colunista Merval Pereira, aprovação da emenda na MP 664 que flexibiliza o fator previdenciário traz uma oportunidade para a presidente Dilma Rousseff ‘sair mesmo das cordas’; “ela deveria basear seu veto numa proposta mais ampla, debatida com os sindicatos e demais organismos interessados na questão” (Foto: Roberta Namour)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O colunista Merval Pereira afirma que a derrota do governo na mudança do fator previdenciário, imposta por uma emenda aprovada na Câmara, pode representar uma oportunidade para a presidente Dilma Rousseff.

Segundo ele, “se quiser sair mesmo das cordas”, Dilma deveria basear seu veto numa proposta mais ampla, debatida com os sindicatos e demais organismos interessados na questão.

Do lado da oposição, ele criticou a atitude dos tucanos: “O que menos conta hoje nas votações da Câmara é o interesse do país. O PSDB votou contra o fator previdenciário, criado no governo FH, embora tenha a explicação de que apenas em alguns casos — que o partido considera extremos, para corrigir distorções — ele deixará de funcionar” (leia mais).

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247