Merval diz que agora Cunha tem pouco tempo para delatar

Para Merval Pereira, a decisão do STF de tornar Eduardo Cunha mais uma vez réu por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas demonstra que ele não tem mais espaço para escapar de punições; ele sugere delação premiada na Lava Jato: “O tempo de Cunha está se esgotando rapidamente, e ele terá de pensar rápido para não passar o momento certo de agir” 

Para Merval Pereira, a decisão do STF de tornar Eduardo Cunha mais uma vez réu por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas demonstra que ele não tem mais espaço para escapar de punições; ele sugere delação premiada na Lava Jato: “O tempo de Cunha está se esgotando rapidamente, e ele terá de pensar rápido para não passar o momento certo de agir” 
Para Merval Pereira, a decisão do STF de tornar Eduardo Cunha mais uma vez réu por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas demonstra que ele não tem mais espaço para escapar de punições; ele sugere delação premiada na Lava Jato: “O tempo de Cunha está se esgotando rapidamente, e ele terá de pensar rápido para não passar o momento certo de agir”  (Foto: Roberta Namour)

247 - Para o colunista Merval Pereira, a decisão do STF de tornar Eduardo Cunha mais uma vez réu por corrupção, lavagem de dinheiro e evasão de divisas demonstra que ele não tem mais espaço para escapar de punições.

Ele sugere delação premiada do peemedebista na Lava Jato: “O tempo de Cunha está se esgotando rapidamente, e ele terá de pensar rápido para não passar o momento certo de agir”.

Brasil 247 lança concurso de contos sobre a quarentena do coronavírus. Participe do concurso

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247