Merval sai em defesa de Padilha: “não quer por fim à Lava Jato”

Com receio da deterioração cada vez maior da imagem do governo interino, o colunista do Globo Merval Pereira saiu em defesa do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha; o ministro pediu que acabassem logo com a Lava Jato, investigação que tem atingido os principais nomes do PMDB e até o presidente interino; para Merval, foi um comentário "politicamente infeliz", mas "não se pode dizer que ele está querendo acabar com a operação"

Com receio da deterioração cada vez maior da imagem do governo interino, o colunista do Globo Merval Pereira saiu em defesa do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha; o ministro pediu que acabassem logo com a Lava Jato, investigação que tem atingido os principais nomes do PMDB e até o presidente interino; para Merval, foi um comentário "politicamente infeliz", mas "não se pode dizer que ele está querendo acabar com a operação"
Com receio da deterioração cada vez maior da imagem do governo interino, o colunista do Globo Merval Pereira saiu em defesa do ministro da Casa Civil, Eliseu Padilha; o ministro pediu que acabassem logo com a Lava Jato, investigação que tem atingido os principais nomes do PMDB e até o presidente interino; para Merval, foi um comentário "politicamente infeliz", mas "não se pode dizer que ele está querendo acabar com a operação" (Foto: Gisele Federicce)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O colunista do Globo Merval Pereira certamente está com receio do que pode acontecer com a imagem do governo interino de Michel Temer, que se deteriora a cada dia.

Nesta sexta-feira 17, ele publicou um texto para tentar esclarecer um comentário que pegou mal para o ministro Eliseu Padilha. O chefe da Casa Civil fez um apelo para que a Lava Jato acabasse logo.

Merval admitiu que o comentário pode ter sido "politicamente infeliz", mas defendeu que "não se pode dizer que ele está querendo acabar com a operação".

"Acho que refletiu uma angustia do mundo político com essa permanente ameaça a todo mundo, do mundo político especialmente, porque ninguém sabe o que ainda vem aí. Essa indefinição dá muita insegurança", escreveu.

Pelo Twitter, Merval também defendeu Michel Temer depois que o presidente interino concedeu uma coletiva no Palácio do Planalto para rebater as acusações de Sergio Machado, ex-presidente da Transpetro, contra ele.

Temer chamou a delação de "mentirosa e leviana", mas não explicou o teor das denúncias. "Se convenceu ou não, é outro problema. Mas a Nação sempre esperou respostas de seus governantes como Temer fez hoje. Foi contundente!", defendeu Merval.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247