Mesmo com desculpa, jornalista que foi alvo de mentira manterá processo contra Bolsonaro

Apesar da desculpa, a jornalista Bianca Santana manterá o processo, que segundo ele, dá proteção à liberdade de imprensa. "O presidente é o que mais ataca jornalistas no Brasil”, reforçou

Bianca Santana e Jair Bolsonaro
Bianca Santana e Jair Bolsonaro (Foto: João Benz | Valter Campanato/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Na live de quinta-feira, 30, Jair Bolsonaro leu uma nota pedindo desculpa à jornalista Bianca Santana, colunista de Ecoa, dizendo que ela não é a autora de uma matéria que, segundo ele, era "fake news". A jornalista, na ocasião, entrou com ação judicial com pedido indenizatório por danos morais contra Bolsonaro. 

Ela ainda diz que, na semana em que foi citada por ele, estava discutindo sobre as vantagens que Bolsonaro poderia dar a mandantes do assassinato de Marielle Franco e Anderson Gomes caso as investigações fossem federalizadas.

Apesar da desculpa, ela manterá o processo, que segundo ele, dá proteção à liberdade de imprensa. "O presidente é o que mais ataca jornalistas no Brasil. E isso não se resolve com um pedido de desculpa em um caso. Uma possibilidade de ele ser condenado na Justiça pode inibir essa prática", afirmou à Universa

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247