Milton Hatoum: primeiro discurso de Bolsonaro é um vexame

O escritor Milton Hatoum diz ter ficado assombrado com a péssimo nível do primeiro discurso de Jair Bolsonaro como presidente eleito; ele diz: "foi um vexame o primeiro discurso do novo presidente. Antes da fala, o eleito e seus assessores, orando de mãos dadas e olhos fechados, pareciam membros de uma seita religiosa fundamentalista, e não dirigentes políticos de um Estado laico"

Milton Hatoum: primeiro discurso de Bolsonaro é um vexame
Milton Hatoum: primeiro discurso de Bolsonaro é um vexame

247 - O escritor Milton Hatoum diz ter ficado assombrado com a péssimo nível do primeiro discurso de Jair Bolsonaro como presidente eleito. Ele diz: "foi um vexame o primeiro discurso do novo presidente. Antes da fala, o eleito e seus assessores, orando de mãos dadas e olhos fechados, pareciam membros de uma seita religiosa fundamentalista, e não dirigentes políticos de um Estado laico".

O escritor disse mais - em sua fan page no Facebook, replicada pelo site DCM: "o discurso, de uma vulgaridade gritante (na forma e no conteúdo), antecipa um estilo de governar".

Hatoum prossegue e cita Tchecov: "não menos vulgares são os assessores e bajuladores que cercam o capitão. Ao ver e ouvir as cenas patéticas da reza e da fala, me lembrei das frases de um conto de Tchekhov:

'Estou cercado de vulgaridades por todos os lados [...] Gente enfadonha, vazia... Não há nada mais medonho, mais ultrajante, mais deprimente do que a vulgaridade. Fugir daqui, fugir hoje mesmo, senão vou ficar louco!'"

E conclui: "mas não é preciso fugir. Vou ficar aqui, lendo, escrevendo, dando palestras sobre literatura, questionando democraticamente essa figura sinistra e o que ela representa."

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247