Míriam Leitão questiona proteção aos militares

A jornalista Míriam Leitão, em sua coluna em O Globo, criticou a decisão de Michel Temer de deixar os militares de fora da proposta de reforma da Previdência; “O sistema de aposentadoria das Forças Armadas tem 148 mil aposentados e 148 mil pensionistas para um déficit de R$ 32,5 bilhões, segundo o consultor de Orçamento da Câmara Leonardo Gomil. Qual é o argumento para serem tratados, mais uma vez, de forma diferente?", indaga ela 

Míriam Leitão
Míriam Leitão (Foto: Giuliana Miranda)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A jornalista Míriam Leitão, em sua coluna em O Globo, criticou a decisão de Michel Temer de deixar os militares de fora da proposta de reforma da Previdência. “O sistema de aposentadoria das Forças Armadas tem 148 mil aposentados e 148 mil pensionistas para um déficit de R$ 32,5 bilhões, segundo o consultor de Orçamento da Câmara Leonardo Gomil. Qual é o argumento para serem tratados, mais uma vez, de forma diferente? 

“O que exatamente os governantes não entenderam do aviso que ninguém quer pagar a conta sozinho? Os mesmos governos que impõem cortes em gastos sociais, como no Rio, e querem congelar salários e aumentar contribuição previdenciária, vão poupar militares e permitir diferença de tratamento em relação aos parlamentares."

 "Este é um momento de crise profunda na economia. Ou todos entram no esforço coletivo de organizar as contas públicas ou não será possível superar a crise", conclui a jornalista.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247