Modelo diz que não participaria de propaganda se soubesse de conteúdo racista

Modelo Lola Ogunyemi, que aparece em uma propaganda da Dove que foi retirada de circulação após acusações de racismo, disse que jamais aceitaria o trabalho se soubesse que seria representada como inferior; "Se eu tivesse a mínima noção de que eu seria retratada como inferior, ou como o 'antes' de uma edição com antes e depois, eu teria sido a primeira a dizer um enfático 'não'', disse em artigo publicado pelo jornal britânico The Guardian; "Isso vai contra tudo o que eu acredito", completou

Modelo Lola Ogunyemi, que aparece em uma propaganda da Dove que foi retirada de circulação após acusações de racismo, disse que jamais aceitaria o trabalho se soubesse que seria representada como inferior; "Se eu tivesse a mínima noção de que eu seria retratada como inferior, ou como o 'antes' de uma edição com antes e depois, eu teria sido a primeira a dizer um enfático 'não'', disse em artigo publicado pelo jornal britânico The Guardian; "Isso vai contra tudo o que eu acredito", completou
Modelo Lola Ogunyemi, que aparece em uma propaganda da Dove que foi retirada de circulação após acusações de racismo, disse que jamais aceitaria o trabalho se soubesse que seria representada como inferior; "Se eu tivesse a mínima noção de que eu seria retratada como inferior, ou como o 'antes' de uma edição com antes e depois, eu teria sido a primeira a dizer um enfático 'não'', disse em artigo publicado pelo jornal britânico The Guardian; "Isso vai contra tudo o que eu acredito", completou (Foto: Paulo Emílio)

247 - A modelo negra Lola Ogunyemi, que aparece em uma propaganda da Dove que foi retirada de circulação após acusações de racismo, disse que jamais aceitaria o trabalho se soubesse que seria representada como inferior.

Em um artigo publicado pelo jornal britânico The Guardian, Lola disse que "se eu tivesse a mínima noção de que eu seria retratada como inferior, ou como o 'antes' de uma edição com antes e depois, eu teria sido a primeira a dizer um enfático 'não''. "Isso vai contra tudo o que eu acredito", completou a modelo.

Na propaganda retirada de circulação, o vídeo mostra uma mulher negra tirando a camiseta para dar lugar a uma mulher branca, que também retira sua camiseta para dar lugar a uma terceira mulher.

A Dove reconheceu o erro e pediu desculpas oficiais pelo Twitter e pelo Facebook. "Em uma imagem publicada esta semana, erramos ao representar as mulheres de cor, e lamentamos profundamente os danos causados", diz o comunicado da empresa.

 

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247