Moro manda investigar youtuber que disse sobre Bolsonaro: "ele tem que ser assassinado"

Sérgio Moro mandou a Polícia Federal investigar ameaças de um youtuber a Jair Bolsonaro (PSL). O jornalista Vina Guerreiro disse, em vídeo: "não tem mais condição de aceitar um b… como Bolsonaro no poder. Ele tem que ser assassinado, ele e a família."

(Foto: ADRIANO MACHADO - REUTERS)

247 - Sérgio Moro mandou a Polícia Federal investigar ameaças de um youtuber a Jair Bolsonaro (PSL). O jornalista Vina Guerreiro disse, em vídeo: "não tem mais condição de aceitar um b… como Bolsonaro no poder. Ele tem que ser assassinado, ele e a família."

A reportagem do jornal O Estado de S. Paulo destaca que "em ofício ao diretor-geral da Polícia Federal Maurício Valeixo, o ministro afirma que, ‘diante da gravidade dos fatos narrados’, requisita à PF a abertura de inquérito ‘e adoção de providências imediatas com vistas à apuração do caso’."

A matéria ainda informa trecho do pedido de Moro: "para o crime contra a honra, a requisição se faz com base no art. 145, parágrafo único, do CP, para o crime de incitação, a ação penal é pública incondicionada."

A nota ainda acrescenta: "sugere-se ainda ao Senhor Presidente que encaminhe ao subscritor representação para o crime de ameaça do art. 147 do CP, já que a lei estabelece esta condição de procedibilidade, sendo que então providenciaremos o encaminhamento dela à Polícia Federal."

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247