Moro: 'posso estar equivocado'

O juiz federal, Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato no Paraná, disse que não vê como seus métodos possam ser considerados reprováveis ao comentar imbróglio judicial envolvendo a liberdade do ex-presidente Lula: "as minhas decisões são transparentes. Posso ter me equivocado, nenhuma pessoa é perfeita. Mas sempre agi com a pretensão de fazer o que era certo”, disse o magistrado

Moro: 'posso estar equivocado'
Moro: 'posso estar equivocado' (Foto: Fabio Rodrigues Pozzebom/Agência Brasil)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O juiz federal, Sérgio Moro, responsável pela Lava Jato no Paraná, disse que não vê como seus métodos possam ser considerados reprováveis ao comentar imbróglio judicial envolvendo a liberdade do ex-presidente Lula: "as minhas decisões são transparentes. Posso ter me equivocado, nenhuma pessoa é perfeita. Mas sempre agi com a pretensão de fazer o que era certo”, disse.

"O CNJ (Conselho Nacional de Justiça) investiga a conduta dos juízes envolvidos no impasse judicial. Moro, e os desembargadores do TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) Rogério Favreto e João Pedro Gebran Neto foram intimados a prestar esclarecimentos.

(...)

O magistrado foi também questionado sobre as ações durante as suas férias. 'A imprensa vive questionando o juiz, porque as férias são muito longas, com alguma razão. E quando o juiz trabalha nas férias, também criticam', declarou."

Leia mais aqui. 

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247