MP-SP apreende provas de racismo contra Maju

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) promoveu uma operação com o objetivo de apreender provas por crime de racismo contra a jornalista Maria Júlia Coutinho; apenas nesta fase das investigações, a Justiça determinou 25 mandados de busca e apreensão em oito Estados –SP, MG, GO, CE, PE, AM, SC e RS; Maju, como é conhecida, sofreu ataques racistas em julho em uma publicação com a sua imagem na página oficial do "Jornal Nacional" no Facebook; foram postados comentários pejorativos e racistas, como "Vá fazer as previsões do tempo na senzala"

O Ministério Público de São Paulo (MPSP) promoveu uma operação com o objetivo de apreender provas por crime de racismo contra a jornalista Maria Júlia Coutinho; apenas nesta fase das investigações, a Justiça determinou 25 mandados de busca e apreensão em oito Estados –SP, MG, GO, CE, PE, AM, SC e RS; Maju, como é conhecida, sofreu ataques racistas em julho em uma publicação com a sua imagem na página oficial do "Jornal Nacional" no Facebook; foram postados comentários pejorativos e racistas, como "Vá fazer as previsões do tempo na senzala"
O Ministério Público de São Paulo (MPSP) promoveu uma operação com o objetivo de apreender provas por crime de racismo contra a jornalista Maria Júlia Coutinho; apenas nesta fase das investigações, a Justiça determinou 25 mandados de busca e apreensão em oito Estados –SP, MG, GO, CE, PE, AM, SC e RS; Maju, como é conhecida, sofreu ataques racistas em julho em uma publicação com a sua imagem na página oficial do "Jornal Nacional" no Facebook; foram postados comentários pejorativos e racistas, como "Vá fazer as previsões do tempo na senzala" (Foto: Leonardo Lucena)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério Público de São Paulo (MPSP) promoveu uma operação na manhã desta quinta-­feira (10) com o objetivo de apreender provas por crime de racismo contra a jornalista Maria Júlia Coutinho. De acordo com a TV Globo, só nesta fase das investigações, a Justiça determinou 25 mandados de busca e apreensão em oito Estados –SP, MG, GO, CE, PE, AM, SC e RS. As informações foram divulgadas pela própria emissora.

"Não, meu grupo não [fez os ataques racistas], agora, o grupo que publicou, eu sei quem foi, e eu vou falar. Lógico, não vou segurar o rojão de ninguém", afirmou um dos suspeitos de ter feito ofensas racistas contra a jornalista. Ele tem 21 anos, é morador da zona Norte de São Paulo e teve o computador apreendido.

Maju, como é conhecida, sofreu ataques racistas em julho em uma publicação com a sua imagem na página oficial do "Jornal Nacional" no Facebook. Alguns internautas publicaram comentários pejorativos e racistas, como "Só conseguiu emprego no 'Jornal Nacional' por causa das cotas. Preta imunda", "Vá fazer as previsões do tempo na senzala" ou "parece uma tampa de toddy".

Revoltados, internautas, famosos, colegas de profissão e redação defenderam a jornalista e publicaram comentários de repúdio. A hashtag #SomosTodosMajuCoutinho foi um dos assuntos mais comentados no Twitter, no dia 3 de julho(sexta-feira), um dia após a publicação de comentários preconceituosos contra Maju.

As investigação apontarão se houve injúria racial ou racismo ou injúria racial. O primeiro crime, previsto no artigo 140 do Código Penal, é caracterizado quando o preconceito é direcionado a determinada pessoa. A punição pode variar de um a três anos de reclusão, além de multa. O segundo é mais grave, inafiançável e imprescritível, e acontece quando um grupo é inferiorizado. A pena pode chegar a cinco anos de detenção.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email