MPF abre investigação contra Facebook por suposta prática abusiva

​O procedimento foi aberto após notificações da Secretaria Nacional do Consumidor, vinculada ao Ministério da Justiça do governo de Jair Bolsonaro, sobre suspeitas de vazamento de dados de internautas, sem a permissão deles

(Foto: Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O Ministério Público Federal (MPF) abriu um inquérito para apurar uma suposta prática abusiva do Facebook, segundo o blog de Lauro Jardim no jornal O Globo.

​O procedimento foi aberto após notificações da Secretaria Nacional do Consumidor, vinculada ao Ministério da Justiça do governo de Jair Bolsonaro, sobre suspeitas de vazamento de dados de internautas, sem a permissão deles.

O MPF apura se a empresa compartilhou indevidamente esses dados, como mensagens e e-mails privados, além da localização de usuários.

O Facebook já foi processado por uma usuária do Instagram (aplicativo pertencente à empresa), que assegura que a rede social espiou os usuários através das câmeras dos iPhones.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247