Não são humanos os procuradores que debocharam de Lula e Marisa, diz Florestan

"De todas as mensagens da Vaza Jato a mais reveladora do caráter dos procuradores da força tarefa foi a de hoje no Uol. São pessoas desprovidas de sentimento e respeito pelo próximo. São apenas seres, não merecem a denominação de humanos", afirmou o jornalista Florestan Fernandes Jr

(Foto: 247 | Ricardo Stuckert)

247 - O jornalista Florestan Fernandes Jr. criticou pesado procuradores da Operação Lava Jato, que ironizaram a morte de Dona Marisa Letícia, falecida em em2017 por causa de um câncer. 

"De todas as mensagens da Vaza Jato a mais reveladora do caráter dos procuradores da força tarefa foi a de hoje no Uol. São pessoas desprovidas de sentimento e respeito pelo próximo. São apenas seres, não merecem a denominação de humanos", escreveu o jornalista no Twitter.

De acordo com novas revelações do site Intercept Brasil, desta vez em parceria com o Uol, o procurador Deltan Dallagnol escreveu no Telegram: "Um amigo de um amigo de uma prima disse que chegou ao atendimento sem resposta, como um vegetal", afirmou Dallagnol no Telegram. O procurador Januário Paludo responde: "estão eliminando as testemunhas".

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247