Nassif: apagão impediu The Intercept de contextualizar os diálogos capturados

O jornalista Luis Nassif analisa as últimas mensagens divulgadas pelo jornal Folha de S.Paulo e The Intercept e constata que o "apagão jornalístico da época, impediu Folha e The Intercept de contextualizar os diálogos capturados sobre a delação de Leo Pinheiro"

Nassif: Guedes é incapaz de qualquer ideia criativa
Nassif: Guedes é incapaz de qualquer ideia criativa (Foto: Felipe Gonçalves)

247- O jornalista Luis Nassif analisa as últimas mensagens divulgadas pelo jornal Folha de S.Paulo e The Intercept e constata que o "apagão jornalístico da época, impediu Folha e The Intercept de contextualizar os diálogos capturados sobre a delação de Leo Pinheiro"

"Essa é uma das grandes dificuldades do dossiê. ompanhamento anterior sobre tema, tanto por parte da Folha como do The Intercept, o que impede de contextualizar devidamente os diálogos (aqui)""

"Cada capítulo expõe, ainda que de forma indireta, o grande apagão da mídia no período."

"Cada capítulo expõe, ainda que de forma indireta, o grande apagão da mídia no período."

"As implicações são bem maiores do que foi sugerido pela reportagem. Foi a primeira evidência efetiva de que o Procurador Geral da República Rodrigo Janot havia entrado de cabeça nas armações da Lava Jato.

As implicações são bem maiores do que foi sugerido pela reportagem. Foi a primeira evidência efetiva de que o Procurador Geral da República Rodrigo Janot havia entrado de cabeça nas armações da Lava Jato."

"Expliquei o jogo no artigo “Xadrez de Toffoli e o fruto da árvore envenenada” (aqui), de 22 de agosto de 2016, em plena efervescência do episódio."

Ao vivo na TV 247 Youtube 247