No ar a terceira edição da revista Brasil 24/7

Reportagem de capa destaca entrevista com o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, feita pelos jornalistas Paulo Moreira Leite e Tereza Cruvinel. "Eu peguei o Distrito Federal em estado caótico, organizei sua administração, sua economia, fiz grandes realizações mas conclui apenas uma parte das grandes mudanças necessárias", diz ele, apontando motivos para sua reeleição; outros destaques da edição são a entrevista com o teólogo Leonardo Boff, que declara seu voto na presidente Dilma Rousseff, e o artigo do deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) que contesta o recuo de Marina Silva em relação à homofobia

Reportagem de capa destaca entrevista com o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, feita pelos jornalistas Paulo Moreira Leite e Tereza Cruvinel. "Eu peguei o Distrito Federal em estado caótico, organizei sua administração, sua economia, fiz grandes realizações mas conclui apenas uma parte das grandes mudanças necessárias", diz ele, apontando motivos para sua reeleição; outros destaques da edição são a entrevista com o teólogo Leonardo Boff, que declara seu voto na presidente Dilma Rousseff, e o artigo do deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) que contesta o recuo de Marina Silva em relação à homofobia
Reportagem de capa destaca entrevista com o governador do Distrito Federal, Agnelo Queiroz, feita pelos jornalistas Paulo Moreira Leite e Tereza Cruvinel. "Eu peguei o Distrito Federal em estado caótico, organizei sua administração, sua economia, fiz grandes realizações mas conclui apenas uma parte das grandes mudanças necessárias", diz ele, apontando motivos para sua reeleição; outros destaques da edição são a entrevista com o teólogo Leonardo Boff, que declara seu voto na presidente Dilma Rousseff, e o artigo do deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) que contesta o recuo de Marina Silva em relação à homofobia (Foto: Aline Lima)

247 - Está no ar a terceira edição da revista Brasil 24/7, que destaca, em sua reportagem de capa, os desafios do governador Agnelo Queiroz, do Distrito Federal, para se reeleger. "Eu peguei o Distrito Federal em estado caótico, organizei sua administração, sua economia, fiz grandes realizações mas conclui apenas uma parte das grandes mudanças necessárias. Se entreguei 28 creches, vou fazer mais 112. Se fiz o Expresso DF Sul, quero fazer o Norte, o Oeste e o Centro-Oeste.  Fiz seis UPAS mas entregarei mais 12 no segundo mandato. Se coloquei uma parte das crianças no ensino integral, vou universalizar o acesso no segundo mandato", diz ele, em entrevista aos jornalistas Paulo Moreira Leite e Tereza Cruvinel.

Na entrevista (leia aqui a íntegra de "Tenho orgulho do que fiz em quatro anos"), Agnelo antecipa estratégias para enfrentar o ex-governador José Roberto Arruda, do PR, ou o senador Rodrigo Rollemberg, do PSB. Ele aventa até a possibilidade de que surja uma terceira candidatura no campo mais à direita, caso Arruda, já impugnado pelo Tribunal Superior Eleitoral, perca também os últimos recursos no Supremo Tribunal Federal. "Com certeza, se Arruda for barrado eles vão lançar um novo nome. Não sei qual mas estou preparado para o debate e para provar que fiz muito mais que eles."

A edição da revista traz ainda, como destaques, uma entrevista com o teólogo Leonardo Boff e o artigo do deputado Jean Wyllys (Psol-RJ) sobre o recuo de Marina Silva em relação à homofobia.

Leia, aqui, a íntegra da terceira edição da revista.

Todas as edições serão arquivadas na seção "Revista Brasil 247/7", que pode ser encontrada no Menu do 247. A leitura é também facilitada pela tecnologia desenvolvida pelo Flipboard, que permite a rolagem de páginas, como se o leitor estivesse diante de uma publicação em papel.

Nos computadores, a rolagem é feita no canto de cada página, onde o leitor pode avançar ou retroceder.

Nos tablets, a navegação é também lateral, com rolagem semelhante.

Nos celulares, as páginas são roladas verticalmente, reproduzindo, também, a sensação de leitura em papel.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247