Noblat diz que capacidade de Temer em transgredir é espantosa

A atitudes de Michel Temer foram consideradas excessivas até pelo jornalista Ricardo Noblat; "A capacidade do presidente em transgredir é espantosa. Disso deu notícia o encontro com um empresário no porão do palácio onde mora. O mesmo empresário recebido com nome falso foi o que mandou entregar R$ 500 mil a um deputado indicado por Temer para intermediar suas relações com o governo. Temer negou que tivesse alguma vez voado no jato do empresário. Para depois dizer que não sabia de quem era o jato", escreve o colunista nesta segunda

Noblat
Noblat (Foto: Giuliana Miranda)

247 - Em sua coluna nesta segunda, nem Ricardo Noblat conseguiu defender Michel Temer.

"A capacidade do presidente em transgredir é espantosa. Disso deu notícia o encontro com um empresário no porão do palácio onde mora. O mesmo empresário recebido com nome falso foi o que mandou entregar R$ 500 mil a um deputado indicado por Temer para intermediar suas relações com o governo. Temer negou que tivesse alguma vez voado no jato do empresário. Para depois dizer que não sabia de quem era o jato.

Seu desmentido à informação de que mandou o serviço secreto do governo espionar a vida do ministro Edson Fachin, relator da Lava-Jato, não convenceu sequer Cármen Lúcia, presidente do Supremo Tribunal Federal. Um presidente que respira mal ousa fantasiar-se de ditador", completa.

Noblat ainda compara Temer a um alpinista em perigo.

"É como se Michel Temer fosse um alpinista com dificuldade de respirar a certa altura de uma perigosa escalada. Socorrido por uma equipe de resgate, ao invés de descer foi levado para um ponto mais alto, o que aumentou a escassez de ar. A qualquer momento poderá ser atingido por fortes rajadas de vento. A temperatura caiu muitos graus abaixo de zero. Arrisca-se a morrer congelado ou por asfixia."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247