Noblat: pedir a cabeça de Dilma é perda de tempo

O jornalista Ricardo Noblat, do jornal O Globo, afirma, em texto publicado em seu blog nesta sexta (14), que embora a presidente Dilma Rousseff esteja passando por uma crise de popularidade, pedir o seu impeachment sem a prática de um crime de responsabilidade é "golpe"; "Não se tira do cargo um presidente só porque ele é impopular. Ou governa mal. Ou está empurrando o país para o abismo. Isso seria golpe", diz; ele ressalva que é "legítimo ocupar as ruas para protestar contra um governo desastroso e uma presidente que se reelegeu mentindo à farta", mas diz que "ocupar as ruas para pregar a queda de Dilma não é apenas inócuo: é também perda de tempo"

O jornalista Ricardo Noblat, do jornal O Globo, afirma, em texto publicado em seu blog nesta sexta (14), que embora a presidente Dilma Rousseff esteja passando por uma crise de popularidade, pedir o seu impeachment sem a prática de um crime de responsabilidade é "golpe"; "Não se tira do cargo um presidente só porque ele é impopular. Ou governa mal. Ou está empurrando o país para o abismo. Isso seria golpe", diz; ele ressalva que é "legítimo ocupar as ruas para protestar contra um governo desastroso e uma presidente que se reelegeu mentindo à farta", mas diz que "ocupar as ruas para pregar a queda de Dilma não é apenas inócuo: é também perda de tempo"
O jornalista Ricardo Noblat, do jornal O Globo, afirma, em texto publicado em seu blog nesta sexta (14), que embora a presidente Dilma Rousseff esteja passando por uma crise de popularidade, pedir o seu impeachment sem a prática de um crime de responsabilidade é "golpe"; "Não se tira do cargo um presidente só porque ele é impopular. Ou governa mal. Ou está empurrando o país para o abismo. Isso seria golpe", diz; ele ressalva que é "legítimo ocupar as ruas para protestar contra um governo desastroso e uma presidente que se reelegeu mentindo à farta", mas diz que "ocupar as ruas para pregar a queda de Dilma não é apenas inócuo: é também perda de tempo" (Foto: Valter Lima)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O jornalista Ricardo Noblat, do jornal O Globo, afirma, em texto publicado em seu blog nesta sexta-feira (14), que embora a presidente Dilma Rousseff esteja passando por uma crise de popularidade, pedir o seu impeachment sem a prática de um crime de responsabilidade é "golpe".

"Não se tira do cargo um presidente só porque ele é impopular. Ou governa mal. Ou está empurrando o país para o abismo. Isso seria golpe. Tira-se se ele cometer algum crime de responsabilidade. A Constituição define o que é crime de responsabilidade. E, nesse caso, não seria golpe. Ainda não vi ninguém culpar Dilma por algum crime de responsabilidade", afirma.

Ele ressalva que é "legítimo ocupar as ruas para protestar contra um governo desastroso e uma presidente que se reelegeu mentindo à farta", mas diz que "ocupar as ruas para pregar a queda de Dilma não é apenas inócuo: é também perda de tempo".

Aqui o texto na íntegra.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email