Noblat tenta estimular eventual prisão de Lula

"Se prenderem Lula, tudo bem", diz o jornalista Ricardo Noblat, do Globo, grupo de comunicação que tem liderado a cruzada contra o ex-presidente; segundo Noblat, haveria uma pesquisa secreta apontando suposto apoio da população a tal iniciativa; por diversas vezes, no entanto, investigadores da Lava Jato negaram que Lula esteja sob investigação; segundo o jornalista do Globo, Lula estaria até com 'medo de dormir em casa'

"Se prenderem Lula, tudo bem", diz o jornalista Ricardo Noblat, do Globo, grupo de comunicação que tem liderado a cruzada contra o ex-presidente; segundo Noblat, haveria uma pesquisa secreta apontando suposto apoio da população a tal iniciativa; por diversas vezes, no entanto, investigadores da Lava Jato negaram que Lula esteja sob investigação; segundo o jornalista do Globo, Lula estaria até com 'medo de dormir em casa'
"Se prenderem Lula, tudo bem", diz o jornalista Ricardo Noblat, do Globo, grupo de comunicação que tem liderado a cruzada contra o ex-presidente; segundo Noblat, haveria uma pesquisa secreta apontando suposto apoio da população a tal iniciativa; por diversas vezes, no entanto, investigadores da Lava Jato negaram que Lula esteja sob investigação; segundo o jornalista do Globo, Lula estaria até com 'medo de dormir em casa' (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 – O colunista Ricardo Noblat, do Globo, parece torcer pela eventual prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva.

"Se prenderem Lula, tudo bem", disse ele.

Segundo Noblat, haveria uma pesquisa secreta apontando suposto apoio da população a tal iniciativa.

Por diversas vezes, no entanto, investigadores da Lava Jato negaram que Lula esteja sob investigação – segundo o jornalista do Globo, Lula estaria até com 'medo de dormir em casa'.

Confira abaixo:

Se prenderem Lula, tudo bem

Ricardo Noblat

Entre petistas de alto calibre e ministros do governo, circula a informação extraída de uma pesquisa de opinião pública mantida sob segredo onde ficou comprovado: a maioria dos brasileiros não reagiria negativamente a uma eventual prisão de Lula por conta das investigações da Lava-Jato.

É isso o que tem aumentado o nervosismo de Lula. Ele está com medo até de dormir em casa.

A fúria tomou conta dele por causa da ação da Polícia Federal contra um dos seus filhos, suspeito de envolvimento com a compra de Medidas Provisórias assinadas por Lula quando era presidente. E com a intimação para depor pelo mesmo motivo de Gilberto Carvalho, ex-chefe do seu gabinete.

Seu reencontro, em São Paulo, com Dilma, durante a festa dos seus 70 anos, foi indisfarçavelmente frio. Eles dividiram uma mesa com mais quatro pessoas e mal conversaram. Mas a insatisfação de Lula com Dilma e José Eduardo Cardoso, ministro da Justiça, não é tão grande como pode parecer.

A insatisfação é maior com ministros do Supremo Tribunal Federal (STF), especialmente Teori Zavaski, relator da Lava-Jato, que estariam tomando decisões que complicam sua vida. Lula não entende como pode enfrentar problemas com pessoas que lhe devem a indicação para os cargos que ocupam.

Na conta dos dissabores amargados por Lula, está também o comportamento de ministros indicados por ele para o Tribunal de Contas da União, que recentemente recomendaram ao Congresso a rejeição das contas do governo de 2014. Ele os considera uns ingratos.

Lula tomou da Polícia Federal uma bola pelas costas ao se descobrir investigado no âmbito da Operação Zelote, que antes mirava apenas os de agentes da Receita Federal subornados por empresários devedores de impostos. A Zelote está interessada também no favorecimento à indústria automobilística.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247