Novo vazamento expõe mais de 100 milhões de contas de celular. Bolsonaro e Bonner estão na base

A empresa de cibersegurança PSafe identificou o vazamento de dados sensíveis de operadoras de telefonia e vai notificar a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), vinculada ao governo federal

Novo tipo de ataque hacker usa inteligência artificial para atingir alvos
Novo tipo de ataque hacker usa inteligência artificial para atingir alvos
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Depois de anunciar a descoberta do vazamento de dados de 223 milhões de CPFs na dark web, a empresa de cibersegurança PSafe descobriu mais um vazamento de proporções gigantescas que envolvem operadoras de telefonia celular. As informações foram divulgadas pelo CEO e fundador da PSafe, Marco DeMello, ao site NeoFeed.

De acordo com a PSafe, registros de 102.828.814 de contas de celular foram vazados na dark web. Ali estão informações sensíveis de milhares de brasileiros, inclusive de Jair Bolsonaro, como tempo de duração das ligações, número de celular, dados pessoais e muito mais, informa a reportagem.

O empresário revelou que ainda nesta quarta-feira (10) enviará um detalhado documento com a investigação realizada para a Autoridade Nacional de Proteção de Dados (ANPD), vinculada ao governo federal, sobre o vazamento.

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

WhatsApp Facebook Twitter Email