O Rio de Janeiro será decisivo para a oposição em 2022, escreve Bernardo Mello Franco

O colunista do Globo diz que Lula encara o desafio de derrotar Bolsonaro no Rio

Lula reúne apoiadores em ato no Rio de Janeiro
Lula reúne apoiadores em ato no Rio de Janeiro (Foto: Ricardo Stuckert)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - “Enquanto o capitão desfilava de moto em São Paulo, Lula veio ao Rio em busca de alianças. Durante quatro dias, o ex-presidente se reuniu com políticos da esquerda à centro-direita. Nas conversas, defendeu uma frente ampla para enfrentar o bolsonarismo em seu berço eleitoral", escreve o jornalista Bernardo Mello Franco.

"O Rio será decisivo para a oposição em 2022. Se dependesse só do estado, Jair Bolsonaro teria sido eleito no primeiro turno em 2018. O presidente recebeu quase 60% dos votos válidos. O petista Fernando Haddad teve 15% e ficou em terceiro lugar, atrás de Ciro Gomes".

"Lula se reuniu com dois pré-candidatos ao governo: Marcelo Freixo e Felipe Santa Cruz, o preferido do prefeito Eduardo Paes. Ainda falou por telefone com Rodrigo Neves, ex-prefeito de Niterói. Se não conseguir montar um palanque único, terá a missão de unir o trio no segundo turno", escreve o jornalista no Globo.

PUBLICIDADE

Inscreva-se no canal de cortes do 247 e assista:

PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Saiba mais. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

PUBLICIDADE

Cortes 247

PUBLICIDADE

Apoie o 247

PUBLICIDADE
PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email