“O senhor é desonesto”, diz jornalista citada por Luciano Hang

"O senhor é desonesto e promove a desinformação com o tuíte", afirmou a jornalista Débora Sögur Hous, após o empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, compartilhar reportagem dela sobre desvios de bolsas na UFPR e criticar a "doutrinação comunista com dinheiro do povo", que, segundo ele, é o "maior problema de nosso país"

“O senhor é desonesto”, diz jornalista citada por Luciano Hang
“O senhor é desonesto”, diz jornalista citada por Luciano Hang

247 - O empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan, tomou uma invertida no Twitter ao compartilhar reportagem sobre desvios de bolsas na Universidade Federal do Paraná (UFPR) com críticas à “doutrinação comunista com dinheiro do povo”, que, segundo ele o “maior problema de nosso país”. Em reportagem, de 2017, a jornalista Débora Sögur Hous revela que enquanto era estudante de jornalismo da UFPR havia um esquema de desvio de dinheiro em ofertas de bolas de estudos na universidade. A jornalista comentou a publicação de Hang em três tuítes sequenciais, em que chama o empresário de “desonesto” por “promover a desinformação com o tuíte”.

“O senhor é desonesto e promove a desinformação com o tuíte. Os desvios foram feitos por funcionárias q podiam ser qualquer coisa, menos comunistas. Em fevereiro, 13 pessoas foram condenadas pelos desvios. ALGUMAS DELAS NUNCA PISARAM EM UMA UNIVERSIDADE”, tuitou Débora.

Hang ficou conhecido por ter participado de um esquema ilegal de financiamento de fake-news por empresas para prejudicar o então presidenciável Fernando Haddad na campanha eleitoral de 2018. O empresário sempre negou negou irregularidades.

Leia a íntegra na Revista Fórum

Ao vivo na TV 247 Youtube 247