Olavo de Carvalho foi 'privado da plateia que se tornou a única razão de sua vida'

Comentário é do cientista político e professor Luis Felipe Miguel, sobre o bloqueio de Olavo de Carvalho no Facebook; "Se eu fosse uma pessoa melhor, teria pena dele", ironiza, sobre um sujeito que ele define alguém que, "para ganhar a vida, precisa encarnar um bufão cada vez mais caricato e vicioso"

Olavo de Carvalho foi 'privado da plateia que se tornou a única razão de sua vida'
Olavo de Carvalho foi 'privado da plateia que se tornou a única razão de sua vida'

Por Luis Felipe Miguel, em seu Facebook

Olavo de Carvalho foi bloqueado no Facebook.

Se eu fosse uma pessoa melhor, teria pena dele. Um sujeito que, lá do fundo de sua tendinha de astrólogo, alimentou a ambição de se tornar filósofo. Que trabalhou com afinco, mas que nunca conseguiu ser levado a sério por ninguém. Que precisou desistir do sonho de ser filósofo e se contentar em ser guru de - como ele mesmo reconhece nos momentos de lucidez - uma turba de imbecis. Que para ganhar a vida precisa encarnar um bufão cada vez mais caricato e vicioso. Um sujeito que tem sua vida familiar mais conflituosa do que a média exposta em público. Tão aflito com a própria sexualidade que não pode relaxar um minuto na demonstração de sua macheza, seja assassinando filhotes de urso, seja expressando uma misoginia agressiva e uma homofobia revoltante. E, agora, privado da plateia que se tornou a única razão de sua vida, se vê jogado no vazio.

Se eu fosse uma pessoa melhor, claro.

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247