Ombudsman diz que Folha escancara sua régua ideológica ao por Huck e Moro como 'centro'

"O que não pode é a Folha participar desses esforços, servindo às estratégias de políticos que acham que os ventos agora sopram a favor da moderação", diz a jornalista Flávia Lima sobre o jornal tratar uma eventual chapa Luciano Huck e Sergio Moro como uma opção de "centro".

Luciano Huck e Sergio Moro
Luciano Huck e Sergio Moro (Foto: Reprodução | Reuters)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A jornalista Flávia Lima, ombudsman da Folha de S. Paulo, destaca em sua coluna deste domingo (15) que a reportagem apontando a possibilidade de uma aliança entre o ex-juiz Sergio Moro e o apresentador Luciano Huck como uma opção “centrista” visando o pleito presidencial de 2022, foi uma “tentativa do jornal de empurrar a união ao centro político, balaio no qual ainda foram incluídos o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), e o ex-ministro da Saúde Luiz Henrique Mandetta (DEM"). 

“As reportagens aceitaram de modo acrítico uma operação de reposicionamento de marca do ex-juiz e do apresentador global. Mas falar de desigualdade social não faz de Huck um centrista, assim como deixar o governo Bolsonaro (ou ter sido empurrado para fora dele) não encurta a distância existente entre Moro e o centro político”, destaca ela no texto .

“Com o furo no domingo, a Folha escancarou a régua ideológica do jornal—que já negou a extrema direita a Bolsonaro e agora concede o centro à dupla Moro e Huck”, completa.

A jornalista observa que “o que não pode é a Folha participar desses esforços, servindo às estratégias de políticos que acham que os ventos agora sopram a favor da moderação. Se for fazê-lo, é preciso deixar isso claro ao leitor”. 

 

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247