Ordem da direção do Fantástico é para “desconstruir o mito” Bolsonaro

A orientação da direção do Fantástico à sua equipe de jornalismo é para “desconstruir o mito”; o programa da Globo procurará intensificar críticas a Jair Bolsonaro sempre que possível; o comando quer quadros que critiquem o presidente eleito “direta ou indiretamente”; um exemplo é a matéria com as mães cujos filhos foram vítima dos “autos de resistência” da Polícia Militar, defendido com unhas e dentes pelo bolsonarismo

Ordem da direção do Fantástico é para “desconstruir o mito” Bolsonaro
Ordem da direção do Fantástico é para “desconstruir o mito” Bolsonaro

247 - Segundo apurou o site Diário do Centro do Mundo, orientação da direção do Fantástico à sua equipe de jornalismo é para “desconstruir o mito”. O programa da Globo procurará intensificar críticas a Jair Bolsonaro sempre que possível.

O comando quer quadros que critiquem o presidente eleito “direta ou indiretamente”. Um exemplo é a matéria com as mães cujos filhos foram vítima dos “autos de resistência” da Polícia Militar, defendido com unhas e dentes pelo bolsonarismo.

Ao mesmo tempo, Sergio Moro deve ser poupado como uma espécie de “reserva moral”.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247