Para economista turco, a esquerda tem a chance de se reinventar

Em artigo publicado no site Carta Maior, o economista turco Dani Rodrik afirma que o funcionamento da economia passou por uma mudança considerável com os governos democráticos de esquerda e que, por isso mesmo, as teorias clássicas as respeito de como retomar o crescimento econômico e a distribuição de riqueza precisam sofrer uma espécie de "recall"; Rodrik postula que a diminuição da carga tributária realizada em grande medida por governos de esquerda que alcançaram relativo equilíbrio fiscal, produziram uma percepção errado no eleitor e funcionaram como argumento para que a direita formulasse um novo discurso

Para economista turco, a esquerda tem a chance de se reinventar
Para economista turco, a esquerda tem a chance de se reinventar (Foto: LUCAS JACKSON)

247 - Em artigo publicado no site Carta Maior, o economista turco Dani Rodrik afirma que o funcionamento da economia passou por uma mudança considerável com os governos democráticos de esquerda e que, por isso mesmo, as teorias clássicas as respeito de como retomar o crescimento econômico e a distribuição de riqueza precisam sofrer uma espécie de "recall". Rodrik postula que a diminuição da carga tributária realizada em grande medida por governos de esquerda que alcançaram relativo equilíbrio fiscal, produziram uma percepção errado no eleitor e funcionaram como argumento para que a direita formulasse um novo discurso.

"Por que os sistemas políticos democráticos não reagiram suficientemente cedo às queixas que populistas autocráticos exploraram com sucesso - desigualdade e ansiedade econômicas, percepção do declínio do status social, abismo entre as elites e os cidadãos comuns? Se os partidos políticos, particularmente de centro-esquerda, tivessem buscado uma agenda mais ousada, talvez o surgimento de movimentos políticos nativistas de direita pudesse ter sido evitado.

Em princípio, uma maior desigualdade produz uma demanda por mais redistribuição. Os políticos democratas deveriam responder impondo impostos mais altos aos ricos e gastando o excedente com os menos favorecidos. Esta intuição é formalizada em um conhecido artigo de economia política por Allan Meltzer e Scott Richard: quanto maior a diferença de renda entre o eleitor mediano e o eleitor médio, mais altos os impostos e maior a redistribuição."

Leia o artigo do economista no site da Carta Maior

Ao vivo na TV 247 Youtube 247