Pesquisa 247: 68% defendem banimento de Trump das redes sociais

Quase 70% das mais de 5 mil pessoas que responderam a enquete do Brasil 247 consideram correto o banimento de Trump das redes sociais. O presidente do EUA foi banido ou teve restrições severas em 12 redes

(Foto: Reuters | Pixabay)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - Mais de 5 mil pessoas (5,4 mil) da comunidade 247 participaram de pesquisa sobre o banimento do presidente dos EUA, Donald Trump, das redes sociais: 68% defendem o banimento tal como foi feito pelas empresas de tecnologia nas principais redes. No total, 12 redes implementaram restrições a Trump.

18% responderam que “o fascismo deve ser banido, mas pela regulação das redes”. 14% escolheram discordaram do banimento e escolheram a opção “não, a liberdade de expressão deve ser preservada”.

Ao menos 12 empresas se manifestaram contra a continuidade das publicações do presidente dos EUA ou relacionadas a ele em suas plataformas: Facebook; Instagram; Twitter; Google; Snapchat; Shopfy; Reddit; Twitch; YouTube; TikTok; Discord e Pinterest.

O banimento ou, no mínimo, restrições a Trump aconteceram depois das declarações do republicano que impulsionaram a invasão ao Capitólio na última quarta-feira (6) com o objetivo de impedir o anúncio de Joe Biden como vencedor no Colégio Eleitoral presidencial. Pelo menos 5 pessoas morreram e mais 90 foram presas pelo ato.

Trump fez diversas postagens no Twitter e outras redes sociais antes de ser banido em que defendia a manifestação realizada em Washington. 

As empresas avaliaram que o acesso do presidente norte-americano às redes sociais poderia implicar risco de incitação à violência, a discursos de ódio e a atos que desestabilizem a transição pacífica de poder para o presidente eleito Joe Biden, que assumirá o cargo em 20 de janeiro.

O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247