Pesquisador americano Mark Weisbrot critica condenação de Lula

"Lula e seu Partido dos Trabalhadores são uma afronta à elite tradicional do país – que por sua vez está mergulhada na corrupção – então eles querem destruí-lo usando o meio que for necessário", afirma Weisbrot em artigo publicado na revista norte-americana The Nation; ele também critica o trabalho do juiz Sergio Moro

"Lula e seu Partido dos Trabalhadores são uma afronta à elite tradicional do país – que por sua vez está mergulhada na corrupção – então eles querem destruí-lo usando o meio que for necessário", afirma Weisbrot em artigo publicado na revista norte-americana The Nation; ele também critica o trabalho do juiz Sergio Moro
"Lula e seu Partido dos Trabalhadores são uma afronta à elite tradicional do país – que por sua vez está mergulhada na corrupção – então eles querem destruí-lo usando o meio que for necessário", afirma Weisbrot em artigo publicado na revista norte-americana The Nation; ele também critica o trabalho do juiz Sergio Moro (Foto: Gisele Federicce)

247 - O pesquisador americano Mark Weisbrot publicou um artigo na revista The Nation, dos Estados Unidos, em que critica duramente a sentença do juiz Sergio Moro contra o ex-presidente Lula.

"Lula e seu Partido dos Trabalhadores são uma afronta à elite tradicional do país – que por sua vez está mergulhada na corrupção – então eles querem destruí-lo usando o meio que for necessário", afirma Weisbrot.

Crítico ferrenho do impeachment de Dilma Rousseff, o pesquisador, que é codiretor do Centro de Pesquisa Econômica e Política, em Washington (EUA), e presidente da Just Foreign Policy, organização norte-americana especializada em política externa, também criticou o trabalho de Moro.

Para ele, o juiz de primeira instância "foi pego várias vezes com seus dedos na balança da Justiça no caso de Lula". Ele destaca que Moro é julgador e "também o acusador" do processo.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247