PHA sinaliza entrar com processo contra Tuma

O motivo é o agradecimento feito pelo delegado Romeu Tuma Júnior no livro "Assassinato de reputações", que se disse incentivado por PHA a produzir a obra que ataca o ex-presidente Lula e o PT; segundo o blogueiro, ele o incentivou a escrever outra obra, com foco no banqueiro Daniel Dantas

O motivo é o agradecimento feito pelo delegado Romeu Tuma Júnior no livro "Assassinato de reputações", que se disse incentivado por PHA a produzir a obra que ataca o ex-presidente Lula e o PT; segundo o blogueiro, ele o incentivou a escrever outra obra, com foco no banqueiro Daniel Dantas
O motivo é o agradecimento feito pelo delegado Romeu Tuma Júnior no livro "Assassinato de reputações", que se disse incentivado por PHA a produzir a obra que ataca o ex-presidente Lula e o PT; segundo o blogueiro, ele o incentivou a escrever outra obra, com foco no banqueiro Daniel Dantas (Foto: Leonardo Attuch)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - A nota publicada ontem no Radar (leia mais aqui), sobre os agradecimentos de Romeu Tuma Júnior aos jornalistas Mino Carta e Paulo Henrique Amorim, pela publicação do livro "Assassinato de reputações", provocou a primeira reação, entre jornalistas. PHA estuda processar Tuminha. Leia abaixo:

Circula pelo baixo ventre da internet a reprodução de uma suposta página de agradecimentos de um suposto livro que um detrito de maré baixa -  que circula semanalmente – atribui a um certo senhor Romeu Tuma jr.

Segundo o detrito (sólido) de maré baixa, o suposto livro diz que o Presidente Lula era um X9 do regime militar; que Gilberto Carvalho tomava grana no “esquema” que produziu a morte de Celso Daniel; que Gilmar Dantas (*) foi grampeado; e que José Dirceu tinha uma conta em paraíso fiscal.

Nessa página inicial, o autor assegura  que o ansioso blogueiro e Mino Carta o encorajaram a escrever o livro.

De fato, o ansioso blogueiro o incentivou a escrever um livro.

O suposto autor foi, durante certo tempo, por decisão do Presidente Lula, Secretário Nacional de Justiça.

Nessa condição, o suposto autor ajudou a congelar uma parte – ínfima – da fortuna de Daniel Dantas no exterior.

Na companhia de Mino Carta, o ansioso blogueiro incentivou-o, sim, a escrever tudo o que soubesse – e pudesse provar – sobre Daniel Dantas.

O ansioso blogueiro chegou a encaminhar a Mino e a Sergio Lírio um roteiro de temas sobre a imaculada carreira de Daniel Dantas.

É que o livro seria o resultado de entrevistas que Lírio e Mino Carta fariam com o suposto autor.

O ansioso blogueiro não participou dessas sessões de entrevistas.

E saiu do circuito, quando suspeitou que algumas das “informações” citadas pelo suposto autor não tinham base em documentos ou testemunhos de credibilidade. Pelo mesmo motivo, Mino e Lírio tiraram o time de campo. E a primeira encarnação do livro foi abortada.

Portanto, citar o nome do ansioso blogueiro na seção de “agradecimentos” não dá ao suposto autor o direito de manipular a credibilidade do ansioso blogueiro para tentar corroborar qualquer suposta denuncia que no suposto livro esteja contida.

Além disso, seus advogados, excelentes, Maria Elizabeth Queijo e Cesar Marcos Klouri analisarão o assunto, para julgar se cabe alguma ação judicial – no Cível e no Crime – contra o suposto autor.

O ansioso blogueiro espera que algum incauto leitor do suposto livro lhe informe se as “acusações” a Daniel Dantas sobreviveram à segunda encarnação do livro.

Segundo consta, a “reportagem” no detrito (sólido ) de maré baixa indica que o suposto livro terá o mesmo destino de outros encomendados para transformar o referido banqueiro em vitima de impiedosos malfeitores.

Vai para a mesma lata de lixo.

O suposto co-autor do suposto livro faz parte de uma organização de um suposto empresário-jornalista, também conhecido como “Bajulador Jurídico”, que integra o valioso conjunto do “Sistema Dantas de Comunicação”.

O que é um mau sinal, não, amigo navegante ?

Em tempo: é possível que, na próxima Carta, Mino trate do assunto com a conhecida elegância. 




O conhecimento liberta. Saiba mais

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247