Pochmann: não fosse o rentismo, Globo estaria pior. Por isso a posição dúbia sobre Bolsonaro

Economista compartilha estudo que aponta que a receita do Grupo Globo caiu R$ 3 bilhões em cinco anos, e que ganha dinheiro é com juros. "Não fossem os ganhos do rentismo, a situação estaria pior ainda. Por isso a posição dúbia em relação a Bolsonaro", comenta Marcio Pochmann

(Foto: Pedro França - Agência Senado)
Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O economista Marcio Pochmann, professor da Unicamp e ex-presidente do Ipea, compartilhou no Twitter um estudo que aponta que a receita do Grupo Globo deve ser 18,7% inferior em 2019 se comparada a do ano de 2014, uma queda de R$ 3 bilhões em cinco anos.

"Não fossem os ganhos do rentismo, a situação estaria pior ainda. Por isso a posição dúbia em relação a Bolsonaro", comentou Pochmann. O texto compartilhado, publicado em março deste ano, aponta ainda que a Globo gasta R$ 8,3 bilhões para fazer TV, e que ganha dinheiro mesmo é com juros.

Participe da campanha de assinaturas solidárias do Brasil 247. Saiba mais.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247