Primeiro jornal feito exclusivamente para iPad pode fechar

Desenvolvido pela News Corp. e pela Apple, o "The Daily" pode ser extinto 17 meses depois de seu lançamento por acumular prejuízos milionários e pela forte competição de similares gratuitos como o Zite, o Flipboard e o Pulse

www.brasil247.com - Primeiro jornal feito exclusivamente para iPad pode fechar
Primeiro jornal feito exclusivamente para iPad pode fechar (Foto: Divulgação)


247 – O primeiro jornal exclusivo para iPad pode fechar suas portas 17 meses depois de sua criação. O "The Daily" não revolucionou o consumo de jornais no mundo como pretendia e acumulou dívidas milionárias. Leia na matéria da Folha:

Lançado em fevereiro do ano passado como o primeiro jornal feito exclusivamente para iPad, o "The Daily" pode estar com os dias contados.

Desenvolvido em conjunto pela News Corp., organização de mídia do bilionário Rupert Murdoch, e pela Apple, fabricante do iPad, o "The Daily" prometia revolucionar a maneira como os jornais eram consumidos.

Apresentado em 2 de fevereiro do ano passado no Museu Guggenheim de Nova York por Rupert Murdoch, presidente e diretor-executivo da News Corp., e Eddy Cue, vice-presidente de serviços de internet da Apple, o jornal eletrônico pode ser extinto após as eleições americanas, que acontecem no dia 6 de novembro deste ano.

Segundo a versão on-line da revista Meio & Mensagem, Rupert Murdoch afirmou, em relatório sobre a cisão da News Corp. em duas empresas --uma de entretenimento e outra de mídia--, que o "The Daily" pode ser extinto após as eleições presidenciais dos EUA por acumular prejuízos milionários.

Com um investimento anual de US$ 30 milhões, o jornal acumulou perdas de US$ 10 milhões em seu primeiro ano de vida.

Após 17 meses de existência, o jornal não se firmou como formador de opinião nem revolucionou o consumo de jornais no mundo, como pretendido.

Agora, Murdoch parece ter mudado de ideia. Além do prejuízo milionário, o "The Daily" tem enfrentado forte competição de similares gratuitos como o Zite, o Flipboard e o Pulse.

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

Cortes 247