Procurador proíbe palestra de Guilherme Boulos no Paraná; líder do MTST falará na rua

O líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) Guilherme Boulos denunciou em seu perfil no Facebook a proibição da palestra que seria dada no Instituto Federal do Paraná (IFPR). A palestra foi proibida por determinação do procurador da instituição. Boulos afirmou que a atividade será mantida, na rua, em frente ao Instituto.

(Foto: Felipe L. Gonçalves/Brasil247)

247 - O líder do MTST (Movimento dos Trabalhadores Sem Teto) Guilherme Boulos denunciou em seu perfil no Facebook a proibição da palestra que seria dada no Instituto Federal do Paraná (IFPR). A palestra foi proibida por determinação do procurador da instituição. Boulos afirmou que a atividade será mantida, na rua, em frente ao Instituto.

A reportagem da revista Fórum destaca a fala de Boulos: "é mais um arbítrio. Não é a primeira vez que, no governo Bolsonaro, se tenta impedir que se realizem eventos ligados à esquerda, críticos ao governo, ligados à oposição nas dependências de instituição de Ensino. Educação é um espaço de diversidade, é um espaço que tem que ter a crítica, tem que ter o contraditório."

O líder do MTST ainda confirmou a atividade. “A atividade vai acontecer, amanhã, no Instituto Federal do Paraná. Nos proibiram a entrada, o uso da sala, das dependências do Instituto, então nós vamos fazer a atividade na frente, junto com os estudantes. Ela está mantida, nós não vamos aceitar arbítrio, nós não vamos aceitar proibição, veto."

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247