Rappa puxa vaia a Dilma e ganha contrato da Natura, de Leal

Em Ribeirão Preto, depois de chamar legado da Copa do Mundo de "muito escroto", cantor Falcão, do grupo O Rappa, ouve público xingar presidente Dilma Rousseff; "O desabafo é de vocês, é nosso, é de todo mundo", apoiou ele; dois dias depois, a empresa de cosméticos Natura, do empresário Guilherme Leal, anuncia os mesmos Falcão e O Rappa sob contrato para show de lançamento de perfumes; Leal, como se sabe, foi o principal doador financeiro e vice na chapa de Marina Silva à Presidência, em 2010, contra Dilma; em nota, empresa afirma ser "apartidária" e diz que "não há correlação" entre a contratação da banda e o show de Ribeirão Preto; vídeo

Em Ribeirão Preto, depois de chamar legado da Copa do Mundo de "muito escroto", cantor Falcão, do grupo O Rappa, ouve público xingar presidente Dilma Rousseff; "O desabafo é de vocês, é nosso, é de todo mundo", apoiou ele; dois dias depois, a empresa de cosméticos Natura, do empresário Guilherme Leal, anuncia os mesmos Falcão e O Rappa sob contrato para show de lançamento de perfumes; Leal, como se sabe, foi o principal doador financeiro e vice na chapa de Marina Silva à Presidência, em 2010, contra Dilma; em nota, empresa afirma ser "apartidária" e diz que "não há correlação" entre a contratação da banda e o show de Ribeirão Preto; vídeo
Em Ribeirão Preto, depois de chamar legado da Copa do Mundo de "muito escroto", cantor Falcão, do grupo O Rappa, ouve público xingar presidente Dilma Rousseff; "O desabafo é de vocês, é nosso, é de todo mundo", apoiou ele; dois dias depois, a empresa de cosméticos Natura, do empresário Guilherme Leal, anuncia os mesmos Falcão e O Rappa sob contrato para show de lançamento de perfumes; Leal, como se sabe, foi o principal doador financeiro e vice na chapa de Marina Silva à Presidência, em 2010, contra Dilma; em nota, empresa afirma ser "apartidária" e diz que "não há correlação" entre a contratação da banda e o show de Ribeirão Preto; vídeo (Foto: Sheila Lopes)

247 – Dois dias depois de chamar o legado da Copa do Mundo de "muito escroto, muito pequeninho, muito nada a ver", durante show em Ribeirão Preto, e ouvir o público de cerca de 40 mil pessoas gritar um refrão agressivo contra a presidente Dilma Rousseff, o cantor Falcão e a banda O Rappa tem um belo cachê a receber.  

A fábrica de cosméticos Natura, do empresário Guilherme Leal, contratou Falcão e seu grupo para fazer o show principal do lançamento de novos perfumes da marca, durante evento marcado para esta terça-feira 2, em São Paulo.

Em 2010, Leal foi o principal doador individual de recursos para a então candidata Marina Silva, com quem formou a chapa do PV como candidato a vice.

Diante da vaia contra Dilma pela plateia, o cantor Falcão deu, ao seu modo, sua anuência à agressão verbal:

- Você viu que eu jamais falaria isso, mas o desabafo é de vocês, é nosso, é de todo mundo. É só um desabafo. Mas mesmo se ganhar a Copa eu vou continuar pensando isso. Eu estou fechado é com a Nação inteira, que queria uma coisa legal, maneira, show.

Antes da vaias, Falcão fez um pequeno discurso atacando o legado da Copa do Mundo:

- Só tem dois tipos de Copa, a que vencer e a eleição que vem logo depois. A gente não pode esquecer isso. A gente ama futebol, mas pela primeira vez a gente tem de ser honesto. Mas mesmo se ganhar a Copa eu vou continuar pensando desse jeito. Eu estou fechado é com a Nação inteira, que queria uma coisa legal, maneira, show. E não é show. Se não é show, eu não vou bater palma.

O artista disse que ouviu dizer que "a Copa está comprada", mas que não acredita nisso:

- Tem muita seleção que joga pra c... querendo ganhar, acrescentou, no mesmo nível do evento que liderava.

Na tarde de terça-feira 3, a assessoria de imprensa da Natura entrou em contato com o 247, enviando o seguinte posicionamento sobre o assunto:

A Natura contratou "O Rappa" pelo talento artístico e identificação da banda com a urbanidade, conceito utilizado na nova linha de fragrância, chamada #urbano. A Natura é uma empresa apartidária e afirma que não há correlação entre a contratação da banda, ocorrida em 21 de maio, e a apresentação realizada em Ribeirão Preto, em 31 de maio. Diferentemente do informado pelo jornal, o evento de lançamento da linha de perfumes ocorreu em 27 de maio, não em 02 de junho.

Abaixo, vídeo com o trecho do show com a vaia à presidente:

 

Conheça a TV 247

Mais de Mídia

Ao vivo na TV 247 Youtube 247