Reinaldo Azevedo: Bolsonaro é o nome da Lava Jato

O colunista Reinaldo Azevedo diz que o Ministério público Federal e a Polícia Federal já têm o seu candidato a presidente: Jair Bolsonaro; Azevedo chama a popularidade de Bolsonaro entre agentes da justiça de ‘aberração’ e de ‘teratologia moral’; bem humorado, o colunista diz que leu o manifesto de FHC e congêneres com ‘estoica melancolia’

Jornalista Reinaldo Azevedo
Jornalista Reinaldo Azevedo (Foto: Gustavo Conde)

247 – O colunista Reinaldo Azevedo diz que o Ministério público Federal e a Polícia Federal já têm o seu candidato a presidente: Jair Bolsonaro. Azevedo chama a popularidade de Bolsonaro entre agentes da justiça de ‘aberração’ e de ‘teratologia moral’. Bem humorado, o colunista diz que leu o manifesto de FHC e congêneres com ‘estoica melancolia’.

“O texto [do manifesto de FHC] é bom. É desejável que "democratas e reformistas" tentem conjurar os reacionarismos opostos e combinados da esquerda e da extrema direita, que impõem desde já a sua agenda: o acordo celebrado pelo governo com os ditos caminhoneiros é uma ode ao atraso, ao corporativismo e ao cartorialismo. Como foi possível?

(...)

O presidente ficou sozinho. Como num conto de Lygia Fagundes Telles, "vivos e mortos desertaram todos". Os líderes do Congresso, os governadores e os presidenciáveis sumiram. Boa parte da imprensa assistiu a práticas terroristas como quem diz: "Hoje é sexta-feira, dia 8 de junho. Faz frio..." PT, seus cronistas, Ciro e afins aproveitaram a deixa: "Vejam no que dá o golpismo..." O raciocínio é asnal.”

Leia mais aqui.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247