Reinaldo sai da RedeTV e coça o saco ao receber mensagem de Boris Casoy

Boris quis dar o seu recado mas foi ignorado pelo Reinaldo que chegou até tocar nas partes íntimas. "Reinaldo, que você seja feliz nos seus próximos propósitos. Foi um prazer enorme trabalhar com você! Nossas divergências sempre foram conduzidas especialmente por você de maneira extremamente democrática. Espero continuar usando da sua amizade no ar ou fora do ar", contou o jornalista

Reinaldo sai da RedeTV e coça o saco ao receber mensagem de Boris Casoy
Reinaldo sai da RedeTV e coça o saco ao receber mensagem de Boris Casoy (Foto: Ari Versiani/Ag.Ponto)

De Hudson William, no site TV Foco – Na noite desta quinta-feira, o jornalista político Reinaldo Azevedo se despediu da RedeTV! e causou um climão em sua última aparição no jornal RedeTV! News. Isso porque ele ignorou a mensagem de agradecimento do âncora do noticiário, o Boris Casoy.

Antes desse acontecimento, Reinaldo já tinha feito o seu discurso final. "Hoje é um dia de festa! Não pela minha saída, mas porque eu estou aqui congratulando com os telespectadores. Muito obrigado a todos vocês! Aprendi muito, quero pegar e levar esses ensinamentos por aí a fora para ver se me torno uma pessoa melhor. Eu tenho muitos defeitos, mas pretendo corrigi-los até a reta final", disse o jornalista.

Em seguida, a companheira de bancada, Amanda Klein, externou a sua gratidão: "Nós é que agradecemos, Reinaldo, por essa convivência deliciosa, além do seu brilhantismo profissional, isso é público e notório. Pouca gente sabe, o amigo generoso, carinhoso e leal, e isso eu posso dizer que vou carregar para o resto da vida. Obrigada!"

Logo após, Boris também quis dar o seu recado mas foi ignorado pelo Reinaldo que chegou até tocar nas partes íntimas. "Reinaldo, que você seja feliz nos seus próximos propósitos. Foi um prazer enorme trabalhar com você! Nossas divergências sempre foram conduzidas especialmente por você de maneira extremamente democrática. Espero continuar usando da sua amizade no ar ou fora do ar", contou o jornalista.

De acordo com assessoria de imprensa da RedeTV!, a decisão da saída de Reinaldo ocorreu em comum acordo. Ele o continua no programa "O É da Coisa", da BandNews FM.

Veja o momento constrangedor abaixo:


Leia o posicionamento do jornalista Reinaldo Azevedo sobre o assunto:

É espantoso!

Despedi-me ontem da RedeTV! e fiz um agradecimento aos meus colegas de estúdio, Amanda Klein e Boris Casoy; ao superintendente de jornalismo, Franz Vacek, à redação; à direção da empresa, à moçada da técnica.

Não briguei com ninguém.

Quando Boris saudava a nossa convivência, caiu o meu retorno. Fiquei sem conexão com a redação. E demos a transmissão por encerrada. Mas permaneci no ar por mais alguns segundos. Enquanto Boris me dirigia algumas palavras gentis, generosas, fiquei sabendo minutos depois, eu estava me levantando, retirando o microfone.

A produção me avisou e, imediatamente, enviei uma mensagem a ele.

Escrevi às 19h55, cinco minutos depois de ter ido ao ar:
"Caro, caiu o meu retorno enquanto vc falava. E me avisaram que tinha caído a conexão. Então me levantei. Na era da fofoca, a gente tem de explicar tudo. Um abraço e obrigado por tudo".

A versão que saiu por aí, em páginas que não se distinguem de esgoto, é que eu teria sido hostil a Boris, ignorando as suas palavras. Um gesto para retirar o microfone, posto por dentro da camisa, foi interpretado como um gesto obsceno.

É estupefaciente que eu me veja na contingência de desmentir algo assim.
Ainda que Boris fosse meu inimigo — O QUE É MENTIRA ABSOLUTA! —, eu jamais faria isso em respeito aos telespectadores, a meus colegas e à empresa na qual fiquei por três anos.

Essa gente pode não acreditar. Mas é possível ser digno mesmo em dias um tanto sombrios.

Erro

E, sim, cometi um erro no meu último comentário: chamei o general Hamílton Mourão, vice-presidente e figura mais lúcida do governo, de "Augusto Mourão". Vivo fazendo isso. "Augusto" é outro general, o Heleno, chefe do GSI. Sei: há um monte de generais, e a gente acaba se confundindo, hehehe. Compõem a parte iluminista desse governo.

Obscena, isto sim, é essa gente que vive de caçar cliques dos pobres-coitados que lhe dão audiência.

Tenham um mínimo de decência e retirem do ar a mentira grotesca. Peçam desculpas a mim, a Boris e às suas vítimas: os leitores.
O erro que de fato cometi não foi percebido porque são imbecis demais para saber a diferença entre o certo e o errado.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247