Reinaldo: se caso Flávio Bolsonaro fosse com PT, haveria prisões e delações

"Diga-se com todas as letras: tivesse a lambança toda envolvendo Fabrício Queiroz acontecido no gabinete de um petista, e o Ministério Público Federal já teria entrado em ação, e um inquérito já teria sido aberto pela Polícia Federal", escreve o jornalista, sobre o episódio envolvendo o clã Bolsonaro, e que todos se recusam a prestar esclarecimentos ao MP-RJ

Reinaldo: se caso Flávio Bolsonaro fosse com PT, haveria prisões e delações
Reinaldo: se caso Flávio Bolsonaro fosse com PT, haveria prisões e delações (Foto: Ari Versiani/Ag.Ponto)

247 - Alguma dúvida de que se o caso Flávio Bolsonaro envolvesse o PT já haveria prisões e ofertas de delação premiada?, indaga o jornalista Reinaldo Azevedo, em seu blog no site da RedeTV!. "Diga-se com todas as letras: tivesse a lambança toda envolvendo Fabrício Queiroz acontecido no gabinete de um petista, e o Ministério Público Federal já teria entrado em ação, e um inquérito já teria sido aberto pela Polícia Federal", escreve ele.

"Nas redes, há certa linha de questionamento da mais explícita pornografia política: "O que querem? Derrubar também o governo Bolsonaro e fazer o Brasil afundar?" Rejeitei essa abordagem por ocasião do impeachment de Dilma e a rejeito agora. Quem vem com essa história está, na verdade, pedindo licença moral para se dedicar à sem-vergonhice", rebate ainda.

Leia aqui a íntegra.

Conheça a TV 247

Ao vivo na TV 247 Youtube 247