Remédio de Bolsonaro contra Covid é “peça de propaganda populista”, diz revista científica Science

De acordo com Natalia Pasternak Taschner, presidente do Science Question Institute, uma organização privada que promove a integridade científica, o governo Bolsonaro está usando o estudo como "mais uma peça de propaganda populista, com o objetivo de criar uma falsa impressão" de que a situação em meio à Covid-19 está sob controle

www.brasil247.com -
(Foto: Alan Santos/PR | Reprodução)


247 - A revista científica Science, publicada pela Associação Americana para o Avanço da Ciência, criticou Jair Bolsonaro, que, no dia 19 de outubro, do antiparasitário nitazoxanida como um novo avanço na luta contra o coronavírus. "Estamos anunciando algo que começará a mudar a história da pandemia", disse na ocasião o ministro da Ciência, Marcos Pontes.

De acordo com Natalia Pasternak Taschner, presidente do Science Question Institute, uma organização privada que promove a integridade científica, o governo brasileiro está usando o estudo como "mais uma peça de propaganda populista, com o objetivo de criar uma falsa impressão de que a situação está sob controle, a pandemia não é tão grave e tudo vai ficar bem".

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

A revista apontou que "só faltaram na apresentação as provas". "E quando surgiram, quatro dias depois, os cientistas ficaram decididamente desapontados", disse. 

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O conhecimento liberta. Quero ser membro. Siga-nos no Telegram.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como em brasil247.com/apoio

Apoie o 247

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Cortes 247

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE
WhatsApp Facebook Twitter Email