Rubens Paiva pergunta a Maia: "por que o senhor descartou os 48 pedidos de impeachment do presidente?"

Horas após Jair Bolsonaro responder a um jornalista do O Globo com ameaça de agressão física, o escritor, roteirista e também jornalista Marcelo Rubens Paiva usou suas redes sociais para perguntar ao Rodrigo Maia por que “descartou os 48 pedidos de impeachment de Jair Bolsonaro, cuja esposa Michelle recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz?”

Siga o Brasil 247 no Google News Assine a Newsletter 247

247 - O escritor, roteirista e jornalista Marcelo Rubens Paiva usou suas redes sociais na noite de domingo (23) para perguntar ao "Presidente Rodrigo Maia" por que “descartou os 48 pedidos de impeachment de Jair Bolsonaro, cuja esposa Michelle recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz?”. 

O questionamento foi publicado por Rubens Paiva horas após Jair Bolsonaro responder “minha vontade é encher a tua boca com porrada” para um jornalista do O Globo que perguntou sobre os repasses do ex-assessor de Flávio Bolsonaro, Fabrício Queiroz, de R$ 89 mil à primeira-dama Michelle Bolsonaro. 

“Presidente Rodrigo Maia, por que o senhor descartou os 48 pedidos de impeachment de Jair Bolsonaro, cuja esposa Michelle recebeu R$ 89 mil de Fabrício Queiroz?”, publicou Paiva em sua conta no Twitter.

Confira o Tweet:


BRASÍLIA (Reuters) - O presidente Jair Bolsonaro disse neste domingo ter vontade de encher a boca de um repórter de porrada, após ser questionado sobre supostos depósitos feitos na conta da primeira-dama, Michelle Bolsonaro, pelo ex-assessor parlamentar Fabrício Queiroz.

“Vontade de encher tua boca com uma porrada, tá”, afirmou o presidente, após pergunta feita por jornalista do jornal O Globo, de acordo com áudio divulgado pelo jornal.

A declaração foi dada durante visita feita por Bolsonaro à Catedral de Brasília.

No início deste mês, a revista Crusoé divulgou que Queiroz, que é ex-assessor do senador Flávio Bolsonaro (Republicanos-RJ), depositou 72 mil reais em cheques na conta da primeira-dama entre 2011 e 2018, período em que é suspeito de operar um esquema de “rachadinha” no gabinete do filho do presidente Jair Bolsonaro na Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro (Alerj).

A informação sobre os depósitos foi confirmada pelos jornais O Globo, O Estado de S. Paulo e Folha de S.Paulo, de acordo com as publicações.

Além dos valores depositados por Queiroz, a mulher do ex-assessor parlamentar também fez repasses, no valor total de 17 mil reais, à Michelle Bolsonaro, em 2011, de acordo com a Folha.

A você que chegou até aqui, agradecemos muito por valorizar nosso conteúdo. Ao contrário da mídia corporativa, o Brasil 247 e a TV 247 se financiam por meio da sua própria comunidade de leitores e telespectadores. Você pode apoiar a TV 247 e o site Brasil 247 de diversas formas. Veja como:

• Cartão de crédito na plataforma Vindi: acesse este link

• Boleto ou transferência bancária: enviar email para [email protected]

• Seja membro no Youtube: acesse este link

• Transferência pelo Paypal: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Patreon: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Catarse: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Apoia-se: acesse este link

• Financiamento coletivo pelo Vakinha: acesse este link

Inscreva-se também na TV 247, siga-nos no Twitter, no Facebook e no Instagram. Conheça também nossa livraria, receba a nossa newsletter e ative o sininho vermelho para as notificações.

Comentários

Os comentários aqui postados expressam a opinião dos seus autores, responsáveis por seu teor, e não do 247